quarta-feira, 26 de março de 2014

EM QUATRO CIDADES: ONG faz novas denúncias contra rodeios

Entidade, que se baseia em decreto que proíbe o evento em área urbana, protocolou representações no MPE
THIAGO ROVÊDO - E REGIANE MUNIZ - REGIÃO

A ONG (Organização Não-Governamental) Associação Amor de Bicho Não Tem Preço protocolou denúncia no MPE (Ministério Público Estadual) contra os rodeios de Americana, Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Indaiatuba com o objetivo de impedir a realização nestas cidades. Anteriormente, a mesma organização já havia feito a denúncia contra Hortolândia e Jaguariúna.
A entidade, que combate maus-tratos em animais, se apoia no decreto estadual 40.400/95, que proíbe rodeios em área urbana.

“Vamos fazer manifestações e conscientizar as pessoas que quando vão a este tipo de evento estão incentivando estas práticas de tortura de animais”, disse a presidente da ONG, Cláudia de Carli.

A Sumaré Arena Music, organização do rodeio de Sumaré, informou que a atividade esportiva é regulamentada pela lei federal nº 10.519, desde 2002. Também acrescentou que foi designada por decreto municipal uma comissão especial que tem competência para supervisionar os rodeios e aplicação de sanções no caso de irregularidades. A Prefeitura de Sumaré informou que aguarda notificação para prestar esclarecimentos.

A Prefeitura de Indaiatuba informou que não foi notificada sobre a denúncia. A organização da festa na cidade confirmou o recebimento dos questionamentos, mas não houve resposta.

“Por enquanto a gente não vai tomar nenhuma decisão. Eles podem falar o que eles quiserem, a gente não tem que responder, porque eles falam coisas que não ocorrem no rodeio. Eles deveriam cuidar melhor dos animais deles ao invés de pegar no pé do rodeios que cuidam muito bem de seus animais”, comentou Beto Lahr, presidente do CCA (Clube dos Cavaleiros de Americana), organizadora da Festa do Peão de Americana. “Este pensamento é falta de conhecimento (sobre como funciona o rodeio)”, afirmou João Batista, organizador do rodeio de Santa Bárbara d’Oeste. Ele argumentou que um criador que tem um animal de R$ 50 mil ou R$ 100 mil não vai permitir que o maltratem.

As prefeituras de Americana e Santa Bárbara foram procurados por e-mail e telefone, na tarde de ontem, mas não houve retorno até as 21h.

Segundo Camila Marques Gurgel, geógrafa da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), zona rural é a definição de área da cidade não urbanizáveis ou destinadas à limitação do crescimento urbano, normalmente utilizadas para atividades de campo ou conservação ambiental. “Porém, quando uma prefeitura informa que determinada área é urbana ou não, e isso não condiz com a realidade, há de se fazer um estudo para ver o que está certo”, explicou.


Fonte:
http://portal.tododia.uol.com.br/?TodoDia=cidades&Materia=822104

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Proposta de CPI sobre maus-tratos a animais não prevê investigação em rodeios

MEIO AMBIENTE
27/02/2014 -
Proposta de CPI sobre maus-tratos a animais não prevê investigação em rodeios
Pedido de criação da CPI estava na pauta do Plenário nesta semana, mas divergências entre os partidos inviabilizaram todas as votações.

Zeca Ribeiro
Manifestação em Defesa dos Animais

Em protesto neste mês, manifestantes pediram apuração sobre maus-tratos de animais.
A comissão parlamentar de inquérito (CPI) que poderá ser instalada na Câmara dos Deputados para investigar maus-tratos contra animais não vai tratar dos casos ocorridos em rodeios e vaquejadas.

O autor do projeto de resolução (PRC 204/13) que cria a CPI, deputado Ricardo Izar (PSD-SP), explica que teve que abrir mão das investigações nos rodeios para que os líderes partidários concordassem com a votação do projeto no Plenário da Câmara.

"Na verdade, o que a gente queria era ter uma CPI ampla, para todo tipo de maus-tratos, mas só conseguimos consenso dos líderes se não fosse apurada a questão das festas de peão, das vaquejadas", afirmou o deputado.

Ricardo Izar acredita que a pressão para que a comissão não investigue os rodeios veio de deputados ligados ao agronegócio. "A bancada ruralista é muito grande na Casa e tem um envolvimento grande com os rodeios. Eu até entendo que eles queiram defender, faz parte do segmento deles. A gente não queria, mas tem que abrir mão. Não tem jeito. Às vezes, para conseguirmos alguma coisa, tem que ser degrau por degrau."

Votação adiada
Os líderes partidários haviam acertado para o dia 25 de fevereiro a votação do requerimento de urgência para a criação da CPI sobre maus-tratos de animais. Entretanto, a votação do requerimento foi prejudicada pela obstrução das votações em Plenário, causada por divergências sobre a criação de uma comissão externa para investigar denúncia de que uma empresa holandesa teria pago propina a funcionários da Petrobras.

Depois de criada, a CPI dos Maus-Tratos a Animais vai investigar não apenas pessoas que agridem os bichos de qualquer forma, mas também a falta de políticas públicas para preservar a fauna e para esterilizar animais de rua e os testes laboratoriais com animais para a fabricação de cosméticos e produtos de higiene.

Outros projetos
Além do projeto que cria a CPI, Ricardo Izar afirmou que o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, já se comprometeu a colocar na pauta do Plenário mais quatro propostas: a que proíbe testes em animais para o desenvolvimento de produtos de uso cosmético e de higiene (PL 6602/13); a que regulamenta a esterilização gratuita de cães e gatos, para evitar as execuções sem critério nos centros de zoonoses (PL 1376/03); a que proíbe animais em circos (PL 7291/06); e a que muda o Código Civil para tratar os animais não mais como coisas, mas como sujeitos sui generis, que têm direitos mas não obrigações.

Íntegra da proposta: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=584207

PRC-204/2013
Reportagem – Renata Tôrres
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'

fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/MEIO-AMBIENTE/462985-PROPOSTA-DE-CPI-SOBRE-MAUS-TRATOS-DE-ANIMAIS-NAO-PREVE-INVESTIGACAO-EM-RODEIOS.html

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Roberto Carlos não pretende se pronunciar em relação às críticas que vem recebendo

Na dele

Ex-vegetariano, o cantor Roberto Carlos não pretende se pronunciar em relação às críticas que vem recebendo desde que virou garoto-propaganda da marca de carnes Friboi, na última semana. Já a marca afirmou que vai respeitar a "liberdade de expressão" dos internautas que fizeram piadas do comercial, exibido na TV, "como é o caso do humorista Rafinha Bastos".

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

experimentos: Campinas proíbe ‘uso’ de animais

experimentos
Campinas proíbe ‘uso’ de animais
thiago rovêdo - campinas

Os vereadores de Campinas aprovaram, ontem, a lei 432/13, de Luiz Cirilo (PSDB), que proíbe a utilização de animais para desenvolvimento, experimentos e testes de produtos cosméticos, higiene, perfumes e componentes. No dia 23 de janeiro, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) sancionou lei estadual com o mesmo propósito. A de Campinas ainda precisa ser sancionada..
A proposta campineira prevê multa de 50 mil Ufics (Unidades Fiscais de Campinas), que equivale a R$ 131.385 por animal, podendo chegar à perda do alvará da instituição infratora.

No Estado, o projeto foi aprovado em dezembro pela Assembleia Legislativa e prevê multa de R$ 1 milhão, por animal, para a instituição que desrespeitar as novas regras. O profissional que não seguir as normas será multado em cerca de R$ 40 mil.

Os vereadores também aprovaram mais uma parte do projeto da reforma administrativo, com a tabela de vencimentos dos servidores efetivos, que fixa a remuneração dos cargos em comissão e estabelece gratificações da Câmara. Em março, concurso de 80 vagas deve ser lançado.

fonte:
http://portal.tododia.uol.com.br/?TodoDia=cidades&Materia=816214

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Rio Claro (SP): População pode agendar castração de cães e gatos

Em 17/02/2014 - 12:18
População pode agendar castração de cães e gatos
Por: Redação Canal Rio Claro

O serviço de castração da prefeitura de Rio Claro fechou o mês de janeiro totalizando 6.361cirurgias gratuitas realizadas em cães e gatos desde que o setor foi criado em 2011. Para agendar a castração do animal a pessoa deve entrar em contato com o CCZ no 3535.4441.

O programa de castração foi implantado pela Fundação Municipal de Saúde, por intermédio do Centro de Controle de Zoonoses. Os serviços são gratuitos e feitos no centro cirúrgico, com prioridade para os animais pertencentes a famílias com poucos recursos financeiros para pagar essa cirurgia.

leia mais

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Câmara confirma proibição de testes com animais em Taubaté

13/02/2014
Câmara confirma proibição de testes com animais em Taubaté

A Câmara de Taubaté manteve a proibição de testes com animais na cidade ao derrubar o veto do prefeito ao projeto de Alexandre Villela (PMDB) que regulamenta o assunto, em na sessão do dia 12, presidida por Carlos Peixoto (PMDB).
Pela proposta, fica proibida a dissecação de animal vivo com o propósito de realizar estudos de natureza anátomo-fisiológica, assim como o uso de animais em práticas experimentais que provoquem sofrimento físico ou psicológico, seja com finalidades pedagógicas, industriais, comerciais, ou de pesquisa científica.
O prefeito havia vetado o texto alegando que lei federal permite e regulamenta os experimentos, ou seja, o município não poderia se sobrepor à legislação federal.
Alexandre Villela defendeu que, após a lei ter sido aprovada pela Câmara, a Assembleia Legislativa votou, e o governador sancionou, a proibição de uso de animais para experimentos em indústrias cosméticas em todo o Estado de São Paulo. “Somos a segunda cidade do Estado a aprovar essa lei. A primeira foi Jundiaí. Os animais são anjos enviados à Terra para nos acompanhar”, afirmou.
Douglas Carbonne (PCdoB) citou a Constituição Federal, artigo 225, inciso 7, que trata da responsabilidade do poder público em proteger os animais. “Estamos suplementando a lei, ajudando nosso Estado e nosso país a defender os animais. Sou contra o veto do prefeito, faltou sensibilidade, respeito aos animais”, discorreu.

fonte:
http://www.diariotaubate.com.br/display.php?id=33153

Santos (SP): Pit bull agredida com machado é resgatada dentro de cemitério

Maus tratos
Pit bull agredida com machado é resgatada dentro de cemitério
Carolina Iglesias
Uma cadela da raça pit bull foi encontrada agonizando no Cemitério da Areia Branca, em Santos, após ter sido agredida com golpes de machado na cabeça. O principal suspeito pelo crime é o dono do animal, que segundo testemunhas, já teria matado outros dois cachorros.

Batizada carinhosamente de Vida, a cadela foi encontrada por vizinhos do agressor, que avistaram o animal sendo arrastado com uma corrente até o cemitério. Ao perceber que vizinhos assistiram às brutais cenas de maus tratos, o agressor, covardemente, arremessou a cadela para dentro do local  e fugiu.


leia mais

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Homem que ajudou a salvar cão de rio pede apoio para pagar tratamento

Quinta, 06 Fevereiro 2014 17:43

Homem que ajudou a salvar cão de rio pede apoio para pagar tratamento
Por  G1 | Para: CBN Foz


Cachorro resgatado em canal do Rio Camurijipe em Salvador recebe tratamento em clínica (Foto: Imagem / TV Bahia)


O cachorro que ficou ilhado na manhã desta quinta-feira (6), no canal do Rio Camurujipe, região da Avenida ACM, em Salvador, onde fica a estação de transbordo do Iguatemi, foi levado por um jovem de 23 anos, juntamente com o Corpo de Bombeiros, para uma clínica veterinária no bairro de Caminho de Areia.

Segundo a veterinária Lilian Amorim, o animal chegou bastante debilitado e sentindo muita dor devido a uma fratura no osso rádio e terá que passar por cirurgia. O animal também estava com edema submandibular, causado possivelmente por algum trauma ou coleira presa.

De acordo com a profissional, o animal está ativo, mas um pouco prostrado devido à dor. "Ele chegou já bastante debilitado, acompanhado dos bombeiros e de um rapaz que se prontificou a cuidar dele depois que ficasse bom", disse a veterinária.

O jovem, que passava pelo local no momento do resgate, se sensibilizou com a situação e resolveu ajudar no tratamento. Em entrevista ao G1, ele informou que deseja ficar com o animal, mas precisa de ajuda para pagar pelo tratamento do cachorro, que custa R$ 500.

"O tratamento ficou em R$ 700, eu não tinha esse dinheiro e eles baixaram para R$ 500. Não posso pagar por esse valor, por isso peço a ajuda das pessoas. Eu trabalhava como operário, agora estou desempregado. Se o tratamento não for pago, não sei o que será feito com o cachorro", disse o jovem.

O animal foi visto em cima de um monte de mato e lixo por passageiros que aguardavam ônibus na estação de transbordo. Populares acionaram o Corpo de Bombeiros e o filhote foi resgatado. Ainda não se sabe como o cachorro foi parar dentro do canal. Quem desejar contribuir para o tratamento do cachorro, pode procurar a clíninca ateravés do telefone (71) 3312-3499.

vejam mais fotos aqui:

http://www.cbnfoz.com.br/editorial/brasil/bahia/06022014-89814-homem-que-ajudou-a-salvar-cao-de-rio-pede-apoio-para-pagar-tratamento

Bauru: Cavalo é abandonado sem ter acesso a água

06/02/14- Geral
O abandono de um cavalo vem sendo flagrado por moradores em um terreno na quadra 8 da avenida do Hipódromo, Jardim Olímpico.

Amarrado, o animal seria deixado no local diariamente pelo dono há tempos e porteiros e faxineiros de dois condomínios próximos levariam água para o cavalo rotineiramente.


leia mais

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Cisnes: Nova Iorque vai ‘limpar’ mais de 2000 aves para controlar a “praga”

ANIMAL - NOTÍCIAS
Cisnes: Nova Iorque vai ‘limpar’ mais de 2000 aves para controlar a “praga”
QUARTA, 05 FEVEREIRO 2014  | JOÃO MIGUEL RIBEIRO


O estado de Nova Iorque, nos EUA, pode deslocar ou até mesmo matar mais de 2000 cisnes. A propagação da espécie tem sido tão intensa que as aves tornaram-se numa ameaça para a saúde pública, devido às fezes que contaminam as águas, e para a aviação.


Os cisnes estão no centro do ‘bailado’ político do estado norte-americano de Nova Iorque. O Departamento de Conservação propõe a deslocação forçada ou a morte de pelo menos 2200 exemplares da espécie, alegando que as aves destroem plantas, atacam pessoas, ameaçam a saúde pública ao contaminar as águas com a bactéria E. coli (através das fezes) e são um perigo para o tráfego aéreo.

leia mais

Uso de animais em testes pode ser proibido no Paraná

05/02/2014
Redação Bonde com ALEP
Projeto de lei que determina a proibição, em âmbito estadual, do uso de animais para desenvolvimento de experimentos e testes de produtos cosméticos, de higiene pessoal e perfumes, foi apresentado nesta terça-feira (4) na Assembleia Legislativa do Paraná, pelo deputado Stephanes Junior (PMDB).

Instituições, estabelecimentos de pesquisa e profissionais  que descumprirem as disposições previstas na iniciativa poderão ser punidos progressivamente com multa no valor de 50 mil Unidades Padrão Fiscal do Paraná, por animal utilizado, que será dobrada em caso de reincidência; suspensão temporária do alvará de funcionamento, que poderá ser definitiva também em caso de reincidência. Já o profissional que atuar nos experimentos será multado em 2 mil UPF/PR.

Stephanes Junior justifica o projeto afirmando que em países da União Europeia este tipo de teste é proibido desde 2009, mas no Paraná não há até o presente momento uma legislação que regule tais experimentos. Também argumenta que em 2012, com a criação do Centro Brasileiro de Validação de Métodos Alternativos (BRACVAM), ligado ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS-Fiocruz), já são utilizados métodos alternativos de validação de pesquisa que não se utilizam de animais na fase de testes de seus experimentos.

Leia mais

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Homem francês é condenado a um ano de prisão por maltratar gato

Marselha »
Homem francês é condenado a um ano de prisão por maltratar gato

Publicação: 03/02/2014


Gato Oscar recebendo cuidados após ter sido jogado várias vezes para cima por um jovem condenado a um ano de prisão por crueldade contra os animais. Foto: Stringer/AFP

Um francês foi condenado ontem a um ano de prisão por ter agredido um gato. Farid Ghilas, de 24 anos, filmou a ação e postou o vídeo em sua página no Facebook, que foi amplamente compartilhada. As imagens mostram Farid arremessando o gato Oscar, de cinco meses, para o alto. O animal está vivo, mas quebrou um das patas. Oscar foi levado para um centro veterinário onde está recebendo cuidados.

Segundo o jornal francês Le Monde, o vídeo gerou uma petição de mais de 100.000 assinaturas. Farid foi denunciado por diversas associações de defesa de animais. As autoridades ainda buscam a pessoa que teria filmado a ação. Segundo o código penal francês, cometer um ato de crueldade contra um animal doméstico leva a até dois anos de prisão, além de multa de € 30 mil.

No caso de Farid, a pena que a Procuradoria de Marselha solicitou foi de um ano de prisão e a proibição de ter animais de estimação no futuro.

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/mundo/2014/02/03/interna_mundo,487590/homem-frances-e-condenado-a-um-ano-de-prisao-por-maltratar-gato.shtml

Canil da Morte: Matança de animais em Manhuaçu

04/02/2014
Canil da Morte: Matança de animais em Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - Em virtude da ampla divulgação do caso da matança de cães no canil de Manhuaçu, especialmente pelas redes sociais e a imprensa, o caso está tomando repercussão nacional e até internacional. Além do abaixo-assinado que soma mais de 11 mil assinaturas, o grupo de protetores de
animais da cidade agora recebe o apoio de ONGs de todo o país pelo fechamento do canil de Manhuaçu e a punição aos responsáveis.

Neste domingo, 02/02, Isabelle Vilefort, José Moreira e Jaime Rodrigues Ferreira estiveram novamente no espaço do canil municipal, na área da Usina de Lixo de Manhuaçu. As cenas chocaram os protetores dos animais e causaram espanto e tristeza nas redes sociais, chegando à repercussão negativa no meio internacional pelos crimes cometidos contra animas irracionais através de ações de pessoas que se dizem racionais. O local que era para cuidar,
virou um campo de morte.

Com a denúncia confirmada por novas fotos e a visita deste final de semana, campanha nacional foi intensificada nas redes sócias em defesa dos animais, exigindo providências da Justiça.

MAIS CENAS FORTES

Os defensores da causa animal encontraram diversas carcaças de animais em estado de decomposição avançada. Alguns cachorros foram jogados recentemente.

O problema que essa novela se arrasta há vários meses sem solução. Existem várias denúncias em relação ao extermínio de cães em Manhuaçu. Na delegacia de polícia foi aberto um inquérito, além do assunto ter sido apresentado ao Ministério Público e outros órgãos.

A informação é do inspetor da Polícia Civil, João Gonçalves Linhares Júnior, que hoje à tarde voltará a subir até o aterro sanitário e ao canil de Manhuaçu para verificar nova acusação de descarte de cães mortos.

A novela envolvendo os cachorros de Manhuaçu começou alguns meses atrás, quando um grupo de defensores dos direitos dos animais denunciou maus tratos e as más condições do canil municipal. Depois, os sumiços dos cachorros das ruas da cidade. Há pouco tempo era possível ver diversos cachorros nas escadarias do Correio, do Fórum, da Caixa, defronte à prefeitura e nas praças. A suspeita é que tenham sido mortos.

VERGONHA

Em entrevista nesta segunda, o vereador e inspetor
da Polícia Civil, Juninho Linhares afirmou que vai cobrar soluções para resolver esse problema. “É uma vergonha para Manhuaçu. Já estive no canil e estou acompanhando o inquérito na Polícia Civil. Cobrei providências do prefeito e se não resolver, vou até Belo Horizonte, nos órgãos superiores. Está todo mundo falando, criticando e parece que a prefeitura não quer ver. Não podemos aceitar mais isso”, afirmou.

Com as novas fotos, as críticas estão sendo gerais ao prefeito de Manhuaçu e sua administração. Ele ganhou a ira dos internautas protetores de animais
do país inteiro. A indignação de gente de todo canto do Brasil é manifestada nos comentários em fotos nas redes sociais.

SEM PROVIDÊNCIAS

O Presidente da Câmara de Manhuçu, Maurício Júnior, também se pronunciou sobre as novas fotos. Ele informou que oficiou a Comissão de Saúde da Câmara para investigar o caso, além de ter enviado nova correspondência cobrando explicações da Administração.

“É um absurdo. Mais um dos descalabros do governo. Há tempos venho cobrando, reivindicando. Já estive no canil várias vezes, cobrei pessoalmente do prefeito e pedi providencias, mas, infelizmente, como em várias outras situações, o prefeito fica justificando o problema, culpa administração passada e nao apresenta solução. Ele se perde em discursos. Tem mais de um ano de governo e até agora não deu jeito de resolver o canil”, lamentou.

Para Maurício Júnior, as fotos são prova mais uma vez das denúncias feitas pelos defensores dos animais. “Eu estive no canil com eles, bem como outros vereadores em novembro e em dezembro. Já foi denunciado e o caso só fica pior. Esta é mais uma oportunidade para o prefeito parar e refletir sobre a rota seguida por seu governo. A sociedade reclama soluções. Já passou da hora dele assumir o problema e vir a público dizer o que será feito de verdade”, afirmou.

Segundo o presidente, as novas denuncias são chocantes. “Jamais admitirei uma crueldade dessas. Temos que chegar ao responsável e exigir punição exemplar a todos os envolvidos”, garantiu.

Ele também informou que o assunto vai ser pauta na reunião de quinta-feira, na Câmara de Manhuaçu, inclusive com espaço para que os defensores de animais se manifestem.

Carlos Henrique Cruz - portalcaparao@gmail.com

http://www.portalcaparao.com.br/lernoticia/13575/canil-da-morte-matanca-de-animais-em-manhuacu-

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Campinas anuncia um hospital público para atender bichos


Campinas anuncia um hospital público para atender bichos
Instituição vai funcionar onde atualmente está o Centro de Zoonoses e vai receber animais para posterior doação
Thiago Rovêdo - Campinas

Fotos: Arquivo | TodoDia Imagem

Animais receberão cuidados no hospital público antes de serem entregues em doação para famílias da cidade
A Prefeitura de Campinas vai criar um hospital para atendimento público de animais para adoção na cidade. O local, que vai funcionar onde atualmente está o CCZ (Centro de Controle e Zoonoses), vai atender animais que serão doados e dar um suporte por um determinado período.
A confirmação foi feita por Paulo Anselmo, diretor do recém-criado Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal

Segundo informou o diretor, os animais serão recolhidos nas ruas e também em parcerias com ONGs, podendo assim receber os primeiros cuidados antes de serem doados.

Após uma família acolher o animal, ele também vai passar por um acompanhamento para evitar qualquer tipo de doença.

“Os animais podem estar com as ONGs ou com o poder público, para ir com condições boas de saúde. Depois, também vamos garantir um atendimento clínico durante um determinado tempo para acompanhar a saúde do animal”, disse Anselmo. A reforma do CCZ deve começar ainda este ano.

banco de dados

Além disso, a prefeitura já começou os estudos para providenciar um banco de dados com todos os animais da cidade, seja de rua ou doméstico.

O objetivo é fazer um cadastro, um registro e também uma documentação que seria distribuída para os respectivos donos.

“Uma das primeiras atividades é o cadastramento da população animal, com um fornecimento de registro. Estamos, inicialmente, pensando em microchip e oferecer um documento indicando que o animal foi registrado”, afirmou.

A expectativa, acrescentou Anselmo, é de que o banco de dados comece a funcionar ainda neste ano. “Estamos trabalhando nesse assunto no momento”, comentou o diretor.

prevenção

Anselmo destacou que um hospital com atendimento público é pouco eficiente, e por isso, o foco do trabalho do departamento será na prevenção.

“Ao atendimento veterinário em si, o hospital não é bem uma solução de saúde, e sim de doença, porque só procura quem está doente. Para chegar ao hospital, também é necessário um veículo, e por isso, estamos focando na prevenção, e assim, não será necessário a utilização de um centro de atendimento”, afirmou.

Na prevenção, será desenvolvido um programa de castração e controle populacional dos animais, além de trabalhos educativos, com panfletos e simpósios, informa o diretor.

A ideia é que exista um método de prevenção que seja efetivo para que não seja necessário trabalhar com os animais já doentes.

silvestres

O Departamento de Proteção e Bem Estar Animal terá ainda a incumbência de criar o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, a função de prestar atendimento e acompanhamento médico-veterinário com suporte laboratorial aos animais selvagens e à recolocação deles na natureza.

Mudança de secretaria traz vantagens

O presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Animais, Flávio Lamas, disse que a iniciativa de tirar o cuidado dos animais da Secretaria de Saúde e trazer para a Secretaria do Verde é um passo importante no trato com as criaturas. Ele também informou que o Conselho vai participar em parceria com o poder público.

“Até agora, os governos, não só de Campinas, mas de outras cidades, tinham uma visão de saúde, de vigilância sanitária. Agora, com um departamento próprio, o trabalho poderá ser mais focado e específico. Nós, do conselho, pedimos isso durante a campanha do prefeito, e ficamos cobrando, após a eleição para que saísse do papel”, disse.

Segundo Lamas, que já promove feiras de adoção, a prefeitura também vai ajudar nesse sentido.

“O poder público vai fazer recolhimento de animais abandonados, em risco, machucados, e encaminhá-lo para ONGs parceiras, além do próprio departamento fazer a adoção. É muito bom para a cidade ter política de animais domésticos e silvestres”, comentou. | TR



http://portal.tododia.uol.com.br/?TodoDia=cidades&Materia=

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Dupla é presa por caça ilegal de animais silvestres na Chapada de Ibiapaba

Polícia
Dupla é presa por caça ilegal de animais silvestres na Chapada de Ibiapaba
Redação Web |
Os dois venderiam a caça para bares e restauranres locais

Uma operação da Polícia Civil e a Guarda do Parque da Unidade de Conservação Serra das Almas (na Chapada da Ibiapaba, distante 320 km de Fortaleza) resultou na prisão de dois homens que estavam praticando a caça ilegal de animais silvestre da região.



Imagens flagraram a ação. Foto: Polícia Civil/divulgação

A polícia chegou até os acusados identificados como Clóvis Rodrigues, 49, e Francisco Cardoso de Sousa, 50, ambos residentes na Zona Rural de Crateús, após investigações referente a caça ilegal que estava sendo praticada na Reserva Particular do Patrimônio Natural Serra das Almas (local de preservação ambiental reconhecido pela Unesco como Posto Avançado da Reserva da Biosfera, por abrigar uma representativa parte da caatinga no sertão de Crateús. São 6.146 hectares de área protegida que resguardam três nascentes e espécies ameaçadas de extinção.).

Presos no momento da ação criminosa



leia mais

Cachorro de rua atropelado é responsabilidade de quem?

Animais abandonados
29/01/2014 |

Cachorro de rua atropelado é responsabilidade de quem?
Leitora recolhe cadela doente e machucada, leva à Diretoria de Bem Estar Animal de Florianópolis e consegue tratamento, mas não pode deixar bicho no local


Cachorro de rua atropelado é responsabilidade de quem? Andréia Paula/Divulgação
Branquinha está em tratamento e à espera de um lar
Foto: Andréia Paula / Divulgação
André Amaral
andre.amaral@horasc.com.br
Há 15 dias a empresária Andréia Arruda de Paula, 30 anos, dona de um comércio em Santo Antônio de Lisboa e moradora do Cacupé, dirigia pela estrada do bairro situado no Norte da Ilha quando encontrou uma cachorrinha atropelada. Era Branquinha, que estava com uma fratura na pata e  sarna em várias partes do corpo. Naquele momento, não pensou duas vezes: pegou o animal, botou dentro do carro e levou à Diretoria de Bem Estar Animal do Centro de Controle de Zoonoses de Florianópolis.

— Não podia fazer de conta que não tinha visto — relata.

Ao chegar no local, a canina foi devidamente atendida e medicada pelos médicos veterinários da equipe, sendo levada para continuar o tratamento no comércio de sua salvadora. No entanto, Andréia se viu obrigada a retirar o animal do lugar, retornando com a mascote para a Diretoria de Bem Estar Animal, onde pensou que poderiam acolher a cadelinha até que seu tratamento fosse concluído e ela pudesse ser adotada.
Porém, a situação não foi exatamente como imaginara.

— Eles não aceitaram. Disseram que não tinham condições de receber animais. Questionei se, então, eu deveria tê-la deixado na rua, e a pessoa que me atendeu disse que eu fizesse o que me fosse conveniente, sugerindo inclusive que eu a soltasse na rua novamente ou fizesse a eutanásia — conta.

Contrariada, Andréia retornou com o animal para casa, em busca de uma família que deseje adotá-la.

— Na minha opinião esta postura deles desestimula boas ações como a minha. Afinal, o único local que poderia me ajudar não me deu o amparo necessário — opina.

"Não é depósito"

Apresentado ao caso, o diretor de Bem Estar Animal, Eduardo Cavallazzi, explicou que, de fato, o local não pode absorver casos como este, limitando-se ao atendimento de animais machucados.

— Somos uma unidade de saúde animal para pessoas que não têm condições de levar o bichinho num veterinário particular. Não somos um depósito. Não podemos pegar todos os cerca de 15 mil animais de rua de Florianópolis — explicou o diretor, informando ainda que Florianópolis não conta com um lugar destinado a esta finalidade.

E sobre a avaliação de Andréia, Cavalazzi argumenta que, apesar das boas intenções, ela, assim como qualquer outro cidadão responsável, deveria fazer "a parte dela e ficar responsável pelo animal até que este seja devidamente adotado após uma campanha de adoção".

Você quer adotar a Branquinha?

Se você gosta de animais, tem tempo, carinho e condições financeiras suficientes para adotar a Branquinha, ligue para a Andréia no telefone (48) 9961-4029. A amizade é garantida!

Encontrou um animal que precisa de atendimento?

Se você encontrou um animal abandonado, ou não tem condições financeiras de arcar com o tratamento de seu bichinho de estimação, ligue para a Diretoria de Bem Estar Animal nos telefones (48) 3237-6890 ou (48) 3234-5677. Mas lembre-se: o local, situado na Rodovia SC-401, no bairro Itacorubi,  atende e medica, mas não recolhe animais.
http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2014/01/cachorro-de-rua-atropelado-e-responsabilidade-de-quem-4403704.html

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Associação pede ao Papa para não “condenar pombas à morte”

Associação pede ao Papa para não “condenar pombas à morte”

No passado domingo as duas pombas brancas libertadas pelo Papa Francisco, em sinal de paz, foram logo atacadas por um corvo e uma gaivota. 28-01-2014 1

A Agência Nacional para a Protecção dos Animais (ANPA) pede ao Papa que abandone a prática de libertar pombas brancas da janela com vista sobre a Praça de São Pedro.

Segundo este movimento italiano, este hábito equivale a uma “condenação à morte” para estes animais.

A pomba é um símbolo internacional de paz e existe a tradição de soltar uma ou duas em alturas em que se reza de forma particular pela paz. No passado domingo, depois da oração do Angelus, o Papa pediu pela paz na Ucrânia e depois, com a ajuda de duas crianças, soltou os dois pássaros. Estes, contudo, foram de imediato atacados por um corvo e uma gaivota que estavam nas proximidades. Inicialmente as pombas conseguiram livrar-se dos seus perseguidores e não foi claro se conseguiram depois fugir ou se terão acabado por ser caçadas.

Estas pombas são animais domésticos, criados em cativeiro, e não estão preparadas para lidar com os predadores, explica a ANPA. A agência refere ainda que os telhados dos edifícios do Vaticano estão cheios de ninhos de outros pássaros, como as gaivotas, que não perdem a oportunidade de atacar os pássaros mais pequenos e indefesos.
http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=137198

sábado, 25 de janeiro de 2014

ONG tenta impedir rodeio em Hortolândia

DENÚNCIA NO MPE
ONG tenta impedir rodeio em Hortolândia
Organização se fundamenta em lei que proíbe o evento em área urbana
REGIANE MUNIZ - HORTOLÂNDIA

Arquivo | TodoDia Imagem

Peão monta durante o rodeio de Hortolândia
A ONG (Organização Não Governamental) Associação Amor de Bicho Não Tem Preço protocolou uma denúncia no MPE (Ministério Público Estadual) com o objetivo de impedir o rodeio de Hortolândia. A organização utiliza o decreto estadual 40.400/95, que determina que rodeios sejam realizados fora da área urbana.
De acordo com a ONG, o local onde a festa vinha sendo realizada se localiza em área urbana.

Segundo a presidente da Associação, Cláudia de Carli, o ofício é uma parte das ações de diversas organizações de defesa dos animais que têm se articulado para impedir os rodeios nas cidades da região.

“Fizemos este pedido para Hortolândia, mas vamos pedir que sejam impedidos outros rodeios na região que acontecem em áreas urbanas. Outra ação será os manifestos. No Carnaval pretendemos ir nos desfiles de rua conscientizar as pessoas. Todos precisam saber que quando vão a este tipo de evento estão incentivando estas práticas.”

O MPE de Hortolândia informou ontem que o documento estava sob análise na 1ª Promotoria. Por meio de assessoria de imprensa, o secretário de Cultura de Hortolândia, José Geraldo da Silva, informou que desconhece o ofício encaminhado ao MPE e que só se pronunciará quando for notificado oficialmente.

Em relação ao rodeio, informou que por enquanto o evento continua. A reportagem não conseguiu contato com a organização da festa no fim da noite de ontem.

http://portal.tododia.uol.com.br/?TodoDia=cidades&Materia=810486

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Prefeitura retoma projeto de castração de animais

Prefeitura retoma projeto de castração de animais


foto: Bianca Ossimas e Jadson com a cachorrinha Lele - Petra Mafalda PMF
Programa já atendeu 4,1 mil cães e gatos.

A Prefeitura de Florianópolis retomou o projeto inédito de castração de cães e gatos de estimação iniciado no ano passado pela Diretoria de Bem Estar Animal da Secretaria Municipal de Saúde.

Em 2014, o trabalho começou pelo Continente, atendendo moradores do bairro do Monte Cristo. Nesta quinta-feira, o primeiro grupo de animais castrados foi devolvido aos donos e donas. Rosangela Graciano Rosa, de 54 anos, foi uma das pessoas que foram na tarde desta quinta até o caminhão de castração receber seu cachorro, o Godzilla, mistura das raças Shih Tzu e Lhasa Apso, de nove meses. Ela era a primeira da fila de espera.

leia mais

Polícia investiga donos de terrenos por animais mortos em série em AL

24/01/2014
Polícia investiga donos de terrenos por animais mortos em série em AL
Suspeitos foram ouvidos na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia.
Polícia suspeita que criadores de animais rurais possam estar envolvidos.
Natália Souza
Do G1 AL


Polícia investiga a morte de quase 60 cães no
município (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

A Polícia Civil de Alagoas tem uma nova linha de investigação sobre a morte de quase 60 cães e gatos em apenas uma semana, denunciada pela Associação Delmirense Protetora dos Animais. Na última quarta-feira (22), três ex-agentes de endemias do município de Pariconha, no Sertão de Alagoas, foram ouvidos na Delegacia Regional e negaram envolvimento no crime.
"Chegamos a eles, porque algumas testemunhas apontavam o envolvimento deles, e porque as mortes se caracterizam como por envenenamento. Eles manuseavam substâncias tóxicas, mas os suspeitos negaram e apontaram que os possíveis interessados nas mortes dos cachorros e gatos eram os proprietários de terrenos da região, que se incomodavam com os ataques de cachorros às criações de cabras e bodes", afirmou o chefe de operações do 33º Distrito Policial, José Ceciliano Marques, o "Zé Lobinho".

leia mais

Araraquara: Mega-operação resgata 22 gatos de casa de acumuladora de animais

Mega-operação resgata 22 gatos de casa de acumuladora de animais
Residência foi invadida, não tem água nem energia; felinos serão tratados, castrados e colocados para adoção

24/01/2014 - 11:45
Araraquara.com - Paula dos Santos
Lucas Tannuri/Tribuna Impressa
Marly tinha gatos em setembro, mas só metade foram encontrados nesta sexta-feira (Foto: Lucas Tannuri/Tribuna Impressa)

 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente recebeu várias denúncias de maus-tratos de animais em Araraquara em setembro de 2013 e realizou uma ação na manhã desta sexta-feira (24) para recolher cerca de 60 gatos de uma casa, na Avenida Oswaldo Lopes, no Jardim Industrial.

FOTOS: Veja mais fotos do resgate de animais

Segundo o assistente técnico da Secretaria e responsável pela ouvidora Edivaldo de Souza, várias denúncias foram férias há cerca de cinco meses e, desde então, os profissionais vem trabalhando para poder resgatar os animais dentro da lei. “Viemos na casa dela na época e tinham 60 gatos e dois cachorros”, explica.


 leia mais

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

(PB) Após clamor nas redes sociais, Bica nega maus tratos a elefanta e informa sobre providências

23 de Janeiro de 2014
Após clamor nas redes sociais, Bica nega maus tratos a elefanta e informa sobre providênciasApós clamor nas redes sociais, Bica nega maus tratos a elefanta e informa sobre providências
 Após clamor nas redes sociais, Bica nega maus tratos a elefanta Lady e informa que recinto definitivo do animal ficará pronto até fevereiro

 Durante toda esta semana, internautas utilizaram o grande alcance das redes sociais para divulgar fotos da elefanta Lady, doada ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) pelo Circo Europeu em passagem pela cidade de João Pessoa.

Os internautas reivindicavam melhorias no espaço em que a elefanta se encontra, que segundo eles era pequeno para o porte do animal, e clamavam à Prefeitura e órgãos responsáveis para que pudessem acelerar a construção do lugar em que a elefanta ficará definitivamente.

Diante de toda repercussão, Ong’s a favor de animais, biólogos e ativistas foram até a Bica para verificar a real situação em que estava o animal, após as vistorias, concluiu-se que Lady, apesar de não estar em um local ideal, está sendo bem tratada, já engordou meia tonelada desde que passou a ser cuidada pelo profissionais do zoológico e algumas infecções e traumas advindos do tempo em que ela passou no circo estão sendo, aos poucos, sanados.

A prefeitura, diante do fato divulgou na imprensa um release sobre o ocorrido e informou que providências estão sendo tomadas para que Lady tenha um espaço definitivo que atenda a suas necessidades.

“A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) concluirá no dia 28 de fevereiro as obras do espaço definitivo que abrigará a elefanta Lady dentro do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica. Enquanto o local passa por obra, Lady vem recebendo todos os cuidados de biólogos e veterinários. No período que está no Parque, a elefanta já engordou 500 quilos com a dieta fornecida” diz a nota.

O veterinário, chefe da Divisão de Zoológico da Bica, Thiago Nery, em uma das discussões na internet deu um esclarecimento de acordo com sua visão profissional e pessoal.

“No mundo perfeito, Lady estaria num avião para Ásia, para passar um período de adaptação e ser encaminhada a um santuário, ja que é quase impossível a sobrevivência dela em vida livre depois de tanta tortura e traumas do circo, mas essa não é a realidade, no caso de Lady principalmente. Acordei com a notícia de  que tinhamos que achar um lugar para uma elefante de 2 toneladas (hoje com 2,5), na hora minha maior preocupação era tirá-la do circo, depois pedimos ajuda dos maiores especialistas nesses animais do Brasil para a construção de um recinto que tivesse todas as necessidades dela supridas, ficamos tristes com a demora da obra, mas felizes por saber como vai ficar o local, e saber que tudo valeu a pena.” declarou Thiago.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a área que está sendo construída obedece às regras da legislação ambiental e contará com quase dois mil metros quadrados divididos em maternidade, parque, tanque e pontos de fuga que garantirão a privacidade da elefanta.

A área que receberá Lady terá local para banhos de sol, sombra, espaço livre e ainda obstáculos com troncos de madeira, para que o animal possa se exercitar. O local terá também um lago para banho e ambiente para cambiamento, onde o animal é colocado para que os tratadores façam a limpeza do recinto e realize os cuidados veterinários.

Thatiane Sonally

PB Agora

fonte: http://www.pbagora.com.br/conteudo.php?id=20140123122132&cat=paraiba&keys=apos-clamor-redes-sociais-bica-nega-maus-tratos-elefanta-lady-informa-recinto-definitivo-animal-ficara-pronto-ate-fevereiro

Jovem é acusado de atirar com espingarda contra cachorro que revirava lixo na Capital

23 de janeiro de 2014

A polícia investiga a acusação de que um jovem, de 25 anos, atirou com uma espingarda contra um cachorro na Capital. O caso ocorreu na noite desta quarta-feira (22) no bairro Parque Novo Seculo. O autor teria ficado irritado após o animal revirar o lixo.
De acordo com boletim de ocorrência, a denúncia foi feita pela vizinha do acusado, que é a proprietária do animal. Segundo ela, Henderson Romulo Fernandes teria dado um tiro de espingarda no pescoço do cachorro.
leia mais

Alckmin sanciona lei que proíbe testes em animais pela indústria cosmética

23 Jan 2014. Agência Estado . portal@d24am.com
Medida ainda será regulamentada, mas empresas que desobedecerem ficam sujeitas a multa de cerca de R$ 1 milhão; testes para remédios continuam permitidos

São Paulo – O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta quinta-feira (23), que promulgou o projeto de lei estadual que proíbe testes em animais na indústria de cosméticos, higiene pessoal e perfumes. A medida ainda será regulamentada, mas empresas que desobedecerem ficam sujeitas a multa de cerca de R$ 1 milhão por animal usado em teste.

Apresentado pelo deputado estadual Feliciano Filho (PEN), o projeto de lei 777/2013 tramitou em caráter de urgência na Assembleia Legislativa, que o aprovou em dezembro.

 "Fizemos um profundo e amplo estudo sobre o projeto de lei. Entendemos que a matéria deveria ser de âmbito nacional, esse seria o ideal, termos uma legislação para todo o País", afirmou o tucano em um pronunciamento no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, na zona sul da capital paulista. "O fator decisivo é você proteger os animais, como deve proteger o meio ambiente, os mais indefesos. Aliás, isso é um princípio constitucional, você não ter crueldade contra os animais."

A fiscalização será feita pela Secretaria Estadual da Saúde e deve começar ainda neste semestre. Testes com animais envolvendo questões de saúde ainda poderão ser feitos. Não há estimativa de quantos animais serão beneficiados com a medida.

A multa para quem não seguir a nova lei, que pode ser regulamentada em cerca de 90 dias, é de 50 mil Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps) por animal para a instituição que o utiliza, ou seja, cerca de R$ 1 milhão. Já o profissional que estiver utilizando uma cobaia, como veterinário, fica sujeito a multa de 20 mil Ufesps - por volta de R$ 402 mil. Cada Ufesp custa hoje R$ 20,14.

São Paulo é o primeiro Estado do Brasil a adotar uma legislação que veta o uso de animais para confecção de produtos estéticos. Esse tipo de proibição já vigora em países da União Europeia e em Israel e na Índia, segundo Alckmin.

"De um lado temos a ciência, que é a mola propulsora, é o centro do desenvolvimento humano, da inovação, do emprego e da renda", disse o governador, que também destacou ter ouvido entidades de defesa dos animais, a indústria, além de cientistas e pesquisadores, entre os quais membros da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

No lugar dos animais já podem ser utilizados testes in vitro, simulações de computador e peles artificiais.

fonte: http://www.d24am.com/noticias/brasil/alckmin-sanciona-lei-que-proibe-testes-em-animais-pela-industria-cosmetica/104809

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Pescadores japoneses saem novamente ao mar para capturar mais golfinhos


Publicada em 22/01/2014
Pescadores japoneses saem novamente ao mar para capturar mais golfinhos
Pescadores japoneses voltaram ao mar nesta quarta-feira (22) para tentar capturar mais golfinhos na costa do arquipélago, anunciaram organizações de defesa dos animais.



Pescadores japoneses voltaram ao mar nesta quarta-feira (22) para tentar capturar mais golfinhos na costa do arquipélago, anunciaram organizações de defesa dos animais, que tentam alertar a opinião mundial sobre a prática.

Ontem (21), o governo japonês defendeu a caça a golfinhos em sua costa, confrontando a nova embaixadora americana, Caroline Kennedy, que criticara a caça recentemente em um post no Twitter, no qual a qualificava de "desumana".

leia mais

(Teresina) Égua agoniza após ser atropelada por táxi no balão da avenida Cajuína

22/01/14

Égua agoniza após ser atropelada por táxi no balão da avenida Cajuína

Uma égua foi atropelada na tarde desta quarta-feira (22) no balão da avenida Cajuína, zona Leste de Teresina. O animal caiu na lateral da pista e agoniza no local.

Fotos: Cida Cardoso/Cidadeverde.com


O acidente aconteceu por volta de 17h, perto da ponte Wall Ferraz. Populares informaram que um taxista atropelou o equino. Com a pancada, o capô do carro ficou amassado.

O motorista do táxi se evadiu do local e o animal caiu para o lado da pista. Pedaços de vidro no chão ficaram espalhados no asfalto. O trânsito ficou lento em função dos curiosos que passavam pela avenida.



O proprietário do cavalo também saiu do local. Um homem apareceu e levou a sela do animal embora. O animal ficou abandonado, com a perna ferida.

Até a saída da equipe de reportagem, ninguém havia aparecido para retirar a égua do local.



Cida Cardoso (especial para o Cidadeverde.com)
Fábio Lima (da Redação)
redacao@cidadeverde.com
http://www.cidadeverde.com/gua-agoniza-apos-ser-atropelada-por-taxi-no-balao-da-avenida-cajuina-153687

Marinheiro que matou cachorro é identificado em Guarujá

Marinheiro que matou cachorro é identificado em Guarujá
Não satisfeito em ter assassinado o animal, o marinheiro ainda ameaçou as crianças. “Se o cachorro não morrer, eu volto aqui e mato todos vocês”, afirmou na data do crime

por Thales Mauá

A Polícia Civil de Guarujá informou ter identificado um marinheiro, de 29 anos, acusado de matar um cachorro a facadas, na frente de cinco crianças. Ele está foragido.
Não satisfeito em ter assassinado o animal, o marinheiro ainda ameaçou as crianças. “Se o cachorro não morrer, eu volto aqui e mato todos vocês”, afirmou na data do crime.

Segundo o relato das crianças - que tinham o cachorro como animal de estimação -, o marinheiro passava de bicicleta com a filha em frente à residência delas quando o cachorro latiu e o assustou o marinheiro, que perdeu o controle da bicicleta, machucando sua filha. Neste instante, o homem pegou uma pedra e jogou no cachorro, que correu para dentro de casa.

leia mais

Homem mata cachorro a facadas no Guarujá na frente de três crianças

Crueldade
Homem mata cachorro a facadas no Guarujá na frente de três crianças
De A Tribuna On-line
Um marinheiro de 29 anos matou um cachorro a facadas, no bairro Santa Cruz dos Navegantes, no Guarujá. O crime ocorreu na Rua Antonio Pinto Rodrigues, em frente ao nº 195. O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Sede do município.

Conforme consta no BO, o autor passava de bicicleta com sua filha na frente da residência onde morava o animal, quando o cachorro de porte médio latiu assustando-o. Ao desviar, o criminoso acabou machucando a perna de sua filha na própria bicicleta. Nervoso com o ocorrido, o marinheiro desceu da bicicleta, colocou a sua filha no chão, e na frente dos cinco filhos da proprietária do cão, sendo dois maiores e três menores de idade, pegou uma pedra e bateu no cachorro, que assustado correu pra dentro da casa.

Na sequência, o autor entrou na residência e munido de uma faca desferiu um golpe no cachorro, que correu novamente para fora da casa. O indivíduo perseguiu-o até a calçada, onde desferiu várias facadas no animal, que agonizou até a morte.

Antes de deixar o local, o marinheiro ainda amaçou as cinco vítimas dizendo que “se o cachorro não morrer eu volto aqui e mato todos vocês”. A dona do cão informou que enterrou o cachorro em um terreno próximo à residência. Ela declarou ainda que o cachorro não poderia ter machucado a filha do rapaz, pois o animal não tinha mais dentes.

Até agora, o homem ainda não foi capturado.  Ele poderá responder por praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais, invasão domiciliar e ameaça.


Cachorro foi atingido com uma pedra e depois morto a facadas na frente do imóvel onde residia

fonte:
http://www.atribuna.com.br/cidades/homem-mata-cachorro-a-facadas-no-guaruj%C3%A1-na-frente-de-tr%C3%AAs-crian%C3%A7as-1.361943

Cachorros são envenenados em Rio Preto

Polícia
Cachorros são envenenados em Rio Preto
De acordo com o boletim de ocorrência, a moradora da casa e dona dos animais S.H.I., 47 anos, encontrou os cachorros se debatendo no quintal. Eles apresentavam sintomas de envenenamento por chumbinho

publicado em 22/01/2014

Dois cachorros, um da raça rotweiller e outro da raça labrador, foram envenenados durante a madrugada desta terça-feira, 21, no bairro Bosque da Felicidade, em Rio Preto.


Os animais foram levados imediatamente à um médico veterinário, que conseguiu medicar e salvar o rotweiller. A cadela da raça labrador não resistiu ao veneno e morreu.

Ao voltar para casa, a mulher encontrou resquícios do que pode ser o veneno ingerido pelos animais. A substância foi apresentada à polícia e apreendida para análise da perícia técnica. O caso foi registrado como prática de abuso a animais e será investigado.

fonte:
http://www.acidadevotuporanga.com.br/policia/2014/01/cachorros-sao-envenenados-em-rio-preto-n18652

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

(Cravinhos) Homem é preso após cometer crueldade com animal

Homem é preso após cometer crueldade com animal
21/01/2014

Um homem de 63 anos foi preso no dia 10 de janeiro por ter colocado um cachorro dentro de um saco e espancado até a morte. Um motivo banal que levou a morte do indefeso cachorro.

A prática de maus tratos a animais tem ocorrido com grande freqüência em todo o mundo. Em Cravinhos este triste cenário tem ocorrido com grande freqüência e quem sofre são os animais.
O lavrador Hortêncio Lopes de Almeida, 63 anos, colocou um cachorro no interior de um saco de estopa e arremessou por diversas vezes até o cachorro morrer. O motivo foi que o cão havia mordido sua botina e danificado.
O fato ocorreu na tarde do dia 10 de janeiro, sexta-feira, no bairro da Nova Cravinhos. Populares ao verem o ato de crueldade do lavrador acionaram a Polícia Militar que de imediato chegou no local e ao indagar o indiciado, este confessou o crime e disse que tomou esta atitude após o cachorro morder sua botina, posteriormente levou a Polícia até o local onde jogou o cachorro já sem vida.
O animal estava estrangulado devido as fortes pancadas que levou e foi entregue ao serviço municipal de coleta de animais.
Devido aos fatos Hortêncio foi encaminhado ao DELPOL local onde recebeu voz de prisão devido ao crime de maus tratos. Foi ouvido e dispensado.
Deverá responder processo em liberdade, e corre o risco de pegar de 01 a 3 anos de prisão.

Por: Jamila Grecco
 http://www.atribunaregional.com.br/index.php?pg=exibir_noticia&id_noticia=15567

Veganismo 'meio-período' se populariza com ajuda de celebridades

Veganismo 'meio-período' se populariza com ajuda de celebridades
BBC Brasil

BBC

Reprodução/Instagram
Beyoncé e o marido, o rapper Jay-Z, aderiram à dieta vegana por 22 dias como parte de uma 'limpeza espiritual e física'

O veganismo já foi associado aos ativistas defensores dos direitos dos animais, àqueles que queriam uma vida mais saudável e aos religiosos.

Mas, um número cada vez maior de pessoas estão testando a dieta vegana temporariamente, por uma semana ou até 30 dias, segundo a Vegan Society, uma organização de caridade britânica de promoção do veganismo.

leia mais

Sorocaba: Morre poodle que foi 'resgatado' em pet shop

21/01/2014
Morre poodle que foi 'resgatado' em pet shop
Cachorro tinha diarreia e vômito. Inquérito é aberto na Delegacia dos Animais em SorocabaEVERTON ROCHA
everton.rocha@bomdiasorocaba.com.br
Assis Cavalcante/Ag. Bom Dia
Cão que morreu na sexta-feira, fotografado no dia do resgate em pet shopCão que morreu na sexta-feira, fotografado no dia do resgate em pet shop
Um dos sete cachorros resgatados de um pet shop fechado no começo do mês sob a acusação de maus tratos, morreu na última sexta-feira. O poodle  estava com diarreia e vomitando muito. Um laudo médico apontará a causa, a ser feito por um especialista na área. Ele morreu no mesmo dia que foi mandado o inquérito para a Delegacia dos Animais de Sorocaba.

Cuidados/ Desde o dia 9 de janeiro os 45 animais resgatados (agora 44) estão sob cuidados médicos de veterinários e em fiel depositário da ONG Adote Sorocaba, que cuida dos seis cães de raça e três gatos.


leia mais

Yoko Ono pede fim da caça de golfinhos no Japão

Yoko Ono pede fim da caça de golfinhos no Japão

Pescadores japoneses caçam golfinhos em Taiji, na segunda-feira Foto: EFEPescadores japoneses caçam golfinhos em Taiji, na segunda-feira
Foto: EFE

A artista japonesa Yoko Ono publicou nesta terça-feira uma carta em seu site na qual pede aos pescadores da cidade japonsa de Taiji que deixem a caça anual de golfinhos, já que considera que esta prática alimenta o "ódio" de outros países em relação ao Japão.

Na carta, dirigida aos pescadores e ao primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, Ono diz compreender o desgaste que a pressão "unilateral do Ocidente" para pôr fim a "tradicional captura e massacre de golfinhos" gera em Taiji. No entanto, pede que observem a situação de um ponto de vista "mais amplo" e compreendam que o Japão necessita "da simpatia e da ajuda do resto do mundo".


leia mais

Alckmin adia sanção de lei que proíbe utilização de animais em testes

Alckmin adia sanção de lei que proíbe utilização de animais em testes

O Projeto de lei 777/2013, que proíbe o uso de animais para testes laboratoriais com fins cosméticos e de higiene pessoal, teve sua sanção adiada pelo governador Geraldo Alckmin para sexta-feira (24).

Aprovado em dezembro do ano passado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), a sanção deveria ser dada no começo de janeiro. O presidente da ONG VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade, George Guimarães, tem atualizado e enviado diariamente um documento com mais de 60 mil assinaturas a pedido da sua aprovação.

Caso a lei, de autoria do Deputado Feliciano Filho (PEN51 – SP) seja aprovada, São Paulo será o primeiro estado, entre todas as Américas, a proibir esse tipo de teste em animais.

Além de ativista, Guimarães é nutricionista vegano e, desde 2006, trabalha em campanhas contra a experimentação animal. Esteve à frente dos protestos contra o Instituto Royal em 2012. Em 2007, por meio de ação judicial e protestos, foi o responsável pelo embargo de uma instituição que realizava experiências com animais em Goiás, tendo sido o primeiro embargo dessa natureza na história do país.Alckmin adia sanção de lei que proíbe utilização de animais em testes

Abaixo assinado é enviado diariamente ao governador, que terá até sexta-feira, 24, para sancionar ou vetar a lei

O Projeto de lei 777/2013, que proíbe o uso de animais para testes laboratoriais com fins cosméticos e de higiene pessoal, teve sua sanção adiada pelo governador Geraldo Alckmin para sexta-feira (24).

Aprovado em dezembro do ano passado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), a sanção deveria ser dada no começo de janeiro. O presidente da ONG VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade, George Guimarães, tem atualizado e enviado diariamente um documento com mais de 60 mil assinaturas a pedido da sua aprovação.

Caso a lei, de autoria do Deputado Feliciano Filho (PEN51 – SP) seja aprovada, São Paulo será o primeiro estado, entre todas as Américas, a proibir esse tipo de teste em animais.

Além de ativista, Guimarães é nutricionista vegano e, desde 2006, trabalha em campanhas contra a experimentação animal. Esteve à frente dos protestos contra o Instituto Royal em 2012. Em 2007, por meio de ação judicial e protestos, foi o responsável pelo embargo de uma instituição que realizava experiências com animais em Goiás, tendo sido o primeiro embargo dessa natureza na história do país. Fonte: Ciclo Vivo
fonte:
http://rr4.com.br/meio-ambiente/alckmin-adia-sancao-de-lei-que-proibe-utilizacao-de-animais-em-testes/

Sanção de lei que proíbe testes com animais é discutida em São Paulo

Sanção de lei que proíbe testes com animais é discutida em São Paulo
Projeto impede uso de animal para desenvolver perfumes.
Governador tem até quinta para sancionar ou vetar o texto
Do G1 São Paulo

O governador se São Paulo, Geraldo Alckmin, se reuniu nesta terça-feira (21) com ativistas para debater o projeto que proíbe a utilização de animais no desenvolvimento de cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal. Ainda nesta tarde ele vai se encontrar com representantes da indústria.
O projeto foi aprovado em dezembro pela Assembleia Legislativa de São Paulo e Alckmin tem até quinta-feira (23) para sancionar ou vetar o texto. O projeto não prevê o veto ao uso de animais para o desenvolvimento de remédios.
O governador não adiantou qual decisão vai tomar e vai se reunir ainda com a indústria dos cosméticos e com o setor de pesquisa e ciência.


leia mais

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Decisão de Alckmin sobre testes em animais para cosméticos mobiliza ativistas

Manifestantes acamparam em frente ao Palácio dos Bandeirantes para pressionar sanção
Receba Notícias No Seu Celular

Do R7

Ato tem como objetivo pressionar a aprovação do projeto de lei que proíbe uso de animais para testes laboratoriais
Mister Shadow/Estadão Conteúdo
Ativistas de entidades de defesa dos animais acamparam em frente ao Palácio dos Bandeirantes, zona sul da capital, nesta segunda-feira (20).

O ato tem como objetivo pressionar a aprovação do projeto de lei que proíbe uso de animais para testes laboratoriais pela indústria cosmética e de material de limpeza.

O projeto de lei 777/2013 foi acatado no final do ano pela Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) e seguiu para aprovação do governador Geraldo Alckmin, que tem até sexta-feira (24) para sancionar ou não.
fonte:
http://noticias.r7.com/sao-paulo/decisao-de-alckmin-sobre-testes-em-animais-para-cosmeticos-mobiliza-ativistas-21012014

Lei em MG proíbe uso de animais em espetáculos circenses

Segunda, 20 Janeiro 2014

Lei em MG proíbe uso de animais em espetáculos circenses
Por  G1 | Para: CBN Foz
O uso de animais silvestres ou domésticos, nativos ou exóticos, em espetáculos circenses está proibido em Minas Gerais. A nova lei, publicada no Diário Oficial de Minas Gerais no sábado (18), proíbe também a manutenção destes animais em circos no estado.

Segundo o texto, o descumprimento prevê multa de R$ 26.382 para o infrator e apreensão do animal. A responsabilidade pela fiscalização será do governo do estado, já a destinação dos animais apreendidos deve ser definida na regulamentação.

Segundo a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o projeto é de autoria do deputado Alencar da Silveira Júnior (PDT). A lei começou a valer na dada da publicação.


fonte:
http://www.cbnfoz.com.br/editorial/brasil/minas-gerais/20012014-80942-lei-em-mg-proibe-uso-de-animais-em-espetaculos-circenses

Quatro pessoas são presas em MT transportando sete galos de rinha

EM 20 DE JANEIRO DE 2014

Suspeitos estavam em uma caminhonete que foi abordada pela PRF-MT. As aves estavam machucadas e deverão receber tratamento veterinário.
Fonte: G1 MT

Crédito: Divulgação/PRF-MT

A Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso prendeu, na madrugada desta segunda-feira (20), quatro pessoas que estavam transportando sete galos de rinha. A prisão ocorreu em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, durante uma abordagem de rotina dos policiais. Os suspeitos e as aves estavam em uma caminhonete que seguia com destino a Lucas do Rio Verde.

Os envolvidos têm entre 21 e 55 anos e moram em Lucas do Rio Verde. De acordo com Andrea Piacenzo, chefe da PRF em Sorriso, os animais estavam bastante machucados. “Entramos em contato com um veterinário, que se colocou à disposição para fazer o tratamento inicial, para que depois possamos encaminhar os animais de acordo com a recomendação do Ibama [Instituto Brasileiro dos Recursos Naturais Renováveis]”, disse.


leia mais

domingo, 19 de janeiro de 2014

Catanduva: Associação Solidária aos Animais Castra Mais de 900 animais, em 2013

Cidades
Associação Solidária aos Animais Castra Mais de 900 animais, em 2013
Atendimentos veterinários são oferecidos na sede da associação, de graça
publicado em 19/01/2014


Aos finais de semana, ASA realiza adoção de animais
A ASA (Associação Solidária aos Animais) com sede em Catanduva, durante o ano de 2013, auxiliou na castração de 902 animais. As castrações aconteceram em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, veterinários particulares e veterinários voluntários, além dos procedimentos realizados pelos veterinários que atendem na sede da ASA, gratuitamente.
De acordo com o vice-presidente da entidade, Osvaldo Elias, estudos desenvolvidos pela Organização Mundial de Saúde, apontaram que uma cachorra não castrada e seus dependentes podem gerar em seis anos, uma quantidade enorme de cães. “A medida mais eficaz e aconselhada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para evitar que surjam novas ninhadas, a cada dia, é realmente a castração” afirma a Associação.

leia mais

(vídeo) policial mata cães em abordagem no RS (Carazinho) e causa polêmica

vc repórter: policial mata cães em abordagem no RS e causa polêmica

Policial saca arma e mata cães durante abordagem no RS
Um vídeo que mostra a ação da Brigada Militar (BM) do município de Carazinho, no noroeste do Rio Grande do Sul, está repercutindo nas redes sociais desde o último sábado, quando foi publicado.

Em cerca de 24 horas foram mais de 6 mil visualizações às cenas, que mostram a atuação de policiais na tentativa de deter um homem que teria fugido de uma abordagem policial. Em determinado momento da discussão entre familiares do suspeito e dos policiais, um dos guardas saca a arma e efetua diversos disparos contra os cães, que latiam insistentemente. O ato deixou em desespero os parentes do suspeito, que acabou sendo algemado enquanto gritava: “eles vão me matar”.

De acordo com o Comandante da Brigada Militar em Carazinho, Jarbas Luis Bohrer, as cenas foram gravadas na manhã da última sexta-feira. Após uma tentativa de abordagem em via pública, o suspeito teria fugido, abandonando o veículo em que estava, e ido para sua residência, no bairro Floresta.

A Brigada Militar seguiu o homem, “que tem extensa ficha criminal”, afirma o comandante. Com ele foram encontrados uma arma de fogo e um rádio transmissor na frequência da BM.

Durante a ocorrência, no entanto, teria tido início uma discussão com familiares. Na versão policial, os cães teriam sido instigados a atacar os guardas, obrigando o policial a atirar nos animais em legitima defesa.

“Não posso tecer nenhum comentário agora porque não estava lá, mas um inquérito policial será aberto para investigar a conduta policial. O que temos são apenas informações preliminares”, disse ao Terra o capital Bohrer neste domingo. Ninguém foi afastado e os policiais seguem trabalhando normalmente.

O suspeito, cuja identidade não foi revelada, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e do rádio transmissor.

Os internautas C.R. , de Carazinho (RS) e Joe Deni, do Rio de Janeiro (RJ), participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui

fonte:

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/vc-reporter-policial-mata-caes-em-abordagem-no-rs-e-causa-polemica,40cfd581ffaa3410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

Bauru: Cão é arrastado por carro e populares se revoltam

Cão é arrastado por carro e populares se revoltam
Lilian Grasiela

Na tarde deste sábado (19), uma mulher de 34 anos procurou o plantão da Central de Polícia Judiciária (CPJ) para denunciar que um cão havia sido arrastado pelo condutor de um carro na altura da quadra 18 da rua Virgílio Malta, na região central. O fato repercutiu nas redes sociais e, horas depois, populares revoltados apedrejaram a residência do suspeito de maus-tratos. O delegado de plantão ouviu os envolvidos e irá investigar o caso.

De acordo com boletim de ocorrência, por volta das 12h15, uma mulher que trafegava de carro pela rua Virgílio Malta presenciou um cachorro cinza correndo na rua, puxado por homem que conduzia um Vectra. Segundo o relato dela, em determinado momento, o cão não aguentou mais correr, caiu e foi arrastado, sofrendo ferimentos e sangrando bastante.

Indignada, a mulher revela que abordou o motorista junto com outras testemunhas que presenciaram o fato. De acordo com o registro policial, o homem teria parado, saído do veículo, segurado o cachorro, jogado o animal dentro do carro e ido embora. A ocorrência foi registrada como ato de abuso a animais e está prevista na Lei de Crimes Ambientais.

Por volta das 14h45, a PM foi acionada por moradores de uma residência localizada na quadra 9 da praça Júlio Soares Xavier, vila Samaritano, onde diversas pessoas faziam uma manifestação. O imóvel chegou a ser apedrejado durante o protesto e teve o portão danificado. No local, residiria um homem suspeito de cometer os maus-tratos ao cachorro.

Um participante da manifestação foi ouvido pelos policiais e o morador da residência registrou boletim de ocorrência por dano, ameaça e difamação alegando que havia sido vítima de comentários mentirosos nas redes sociais. As pedras utilizadas no protesto foram apreendidas para investigação. A reportagem entrou em contato com o suspeito de maus-tratos, mas ele preferiu não falar sobre o assunto e disse que a situação já havia sido esclarecida na delegacia

http://www.jcnet.com.br/Policia/2014/01/cao-e-arrastado-por-carro-e-populares-se-revoltam.html

sábado, 18 de janeiro de 2014

Grupo reivindica melhores condições a animais em bosque de Campinas

18/01/2014
Grupo reivindica melhores condições a animais em bosque de Campinas
Aproximadamente 30 pessoas participaram do ato na manhã deste sábado.
Manifestantes pedem retirada de grandes felinos do Bosque dos Jequitibás.
Do G1 Campinas e Região

Grupo em manifestação por melhores condições a
animais de bosque  (Foto: Leandro Filippi / G1)

Um grupo de aproximadamente 30 pessoas protestou na manhã deste sábado (18), em Campinas (SP), por melhores condições aos animais do Bosque dos Jequitibás. Os ativistas ficaram em frente à entrada do parque com cartazes e uma "jaula" em referência à prisão dos bichos.

"Nós estamos protestando pela remoção dos grandes felinos, que eles fossem transferidos para algum lugar que tivesse um espaço adequado e capacidade para realmente atender a necessidade deles", disse a supervisora de recursos Humanos Luciana Tibiriçá. No bosque vivem duas fêmeas de sussuaranas, um casal de leões uma onça preta e duas onças pintadas, segundo veterinários do local.
A supervisora disse que há denúncias sobre maus-tratos ao animais e, segundo ela, ficou acertado com a Prefeitura que um veterinário de "confiança" do grupo de ativistas fará uma vistoria para avaliar as condições que os bichos vivem.
Prefeitura
O diretor do Departamento de Proteção e Bem-estar do Animal de Campinas, Paulo Anselmo Nunes Fellipe, disse que, apesar das críticas, a administração cumpre as normas do Ibama. "Existe uma instrução normativa sobre o tamanho de recinto, tipo de material que devem ser construídos. E é o que a Prefeitura segue", disse.

Ativista simulou estar presa em uma jaula no protesto em Campinas (Foto: Leandro Filippi / G1)
 http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2014/01/grupo-reivindica-melhores-condicoes-animais-em-bosque-de-campinas.html

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Sorocaba: Animais são retirados de loja após denúncia

10/01/14
Animais são retirados de loja após denúncia

Após uma denúncia anônima de maus-tratos, mais de 30 animais de estimação foram recolhidos pela Polícia Militar Ambiental de Sorocaba (SP) em um pet shop instalado no interior de um hipermercado, no Jardim Santa Rosália, no início da tarde desta sexta-feira (10). Foram resgatados sete cães, três gatos e seis aves, além de coelhos e roedores.



O estabelecimento comercial cumpria ordem de despejo por falta de pagamento de aluguel quando uma pessoa que passava pelo local denunciou uma possível situação de maus-tratos à Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB Sorocaba. Um chaveiro foi chamado para ajudar a abrir a loja e o veterinário da comissão, responsável pela fiscalização de casos de denúncia, Murilo Melo Juste Dini, encontrou os animais em condições inadequadas, por volta das 11h30.


Fonte: G1
leia mais

Dono de circo nega que leoa achada morta em Taboão era sua

Dono de circo nega que leoa achada morta em Taboão era sua

Sandra Pereira
Origem da leoa achada morta em Taboão da Serra é desconhecida
Por Sandra Pereira | 9/01/2014

Ainda é de origem e posse desconhecida  a leoa cuja carcaça foi localizada por moradores na rua José Miele, no Jardim Record, em Taboão da Serra, no último dia 7.  Ao contrário do que vinha sendo especulado o animal não pertence ao Circo Premier instalado num terreno ao lado da avenida Cid Nelson Jordano.  O proprietário do Circo, Claudinei Siqueira, negou os boatos de que a leoa seria propriedade do circo. Ele disse que há quase uma década os circos brasileiros estão proibidos de ter animais por força de uma legislação federal.

 Já se sabe também que o felino não pode ser o que morreu no Parque das Hortênsias, já que o leão do parque era macho e a carcaça encontrada no Jardim Record é de uma leoa. Ao que tudo indica o mistério em torno da origem da leoa descartada morta em Taboão da Serra só poderá ser esclarecido por meio de investigação policial. Ninguém sabe ao certo quando o mistério em torno do caso será solucionado e as especulações sobre como a leoa foi morta e descartada no terreno do Jardim Record é crescente. Já tem gente dizendo até que o animal foi comprado depois de morto para ser desovado em Taboão. Também há os que defendem que a leoa na verdade é o leão que morreu no parque.
“Não temos nenhum leão e nem estrutura para manter um animal de grande porte. Desde que foi implantada a lei que proibiu os animais. Nós já tivemos leão, tigre, camelo e urso. Doamos todos eles a um zoológico quando a lei de proibição foi aprovada”, afirmou seu Claudinei.

leia mais

Bahia: Entidades protestam contra sacrifício de animais em testes realizados na Fiocruz

Bahia
Entidades protestam contra sacrifício de animais em testes realizados na Fiocruz
Publicada em 10/01/2014
A Febadan – Federação Baiana de Entidades Ambientalistas e Defensoras dos Animais, Ongs, Protetores e Ativistas Ambientais fazem dia 11 de janeiro de 2014, sábado, às 9h00, concentração em frente à Fundação Osvaldo Cruz (FioCruz) situada na Rua Waldemar Falcão, 121 - Candeal (Brotas) - Salvador-BA, fundo do Hospital Geral do Estado (HGE), entre o LACEN e a Clínica Citivet.
O objetivo deste evento é solicitar à Fiocruz que pare com os testes realizados em cães, que são infectados pela Leishmaniose e depois sacrificados, indo contra o que preconiza a maioria dos veterinários, após suspensão da portaria interministerial que vedava o tratamento.
A Portaria Interministerial nº 1.426/2008, de 11 de julho de 2008, publicada no Diário Oficial da União – Seção 1, do dia 14 de julho de 2008, dos ministros de Estado da Saúde e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que proibia o tratamento da leishmaniose visceral canina com produtos de uso humano ou não registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi suspensa pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.


leia mais

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Vigilância Ambiental fará castração de animais abandonados em Londrina

Vigilância Ambiental fará castração de animais abandonados em Londrina
Pauline Almeida
A Vigilância Ambiental de Londrina deve iniciar ainda no primeiro semestre deste ano a castração de animais abandonados. A expectativa é fazer de 150 a 180 cirurgias por mês para conter o avanço populacional dos bichos deixados nas ruas, hoje na casa dos 30 mil.


No período de férias e festas, ainda há um aumento do número de abandono. A Associação Defensora de Animais de Londrina, por exemplo, recebeu três vezes mais chamadas para recolher cães e gatos machucados e sozinhos do que nos demais meses do ano.


LEIA MAIS

Pernambuco ganha Código de Defesa de Animais

Proteção »
Pernambuco ganha Código de Defesa de Animais

Publicação: 09/01/2014

Uso de tração animal em vias urbanas das grandes cidades está proibido. Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press

Pernambuco tornou-se o único estado do Nordeste a ter um Código de Proteção aos Animais. A lei 15.226 foi sancionada e publicada na edição desta quarta-feira do Diário Oficial do estado. A lista de normas inclui a proibição de agressões físicas e psicológicas, do uso de tração animal em vias urbanas nas grandes cidades e da venda de espécies em ambientes púbicos. As multas para os que desobedecerem às novas regras vão de R$ 500 a R$ 10 mil.

A lei proíbe a manutenção de animais em local que não seja limpo, que prejudique sua movimentação e descanso ou sem ar e luminosidade natural. Também não se poderá mais obrigar animais a realizar trabalhos exorbitantes ou que ultrapassem sua força também está na lista de vetos. A venda ambulante de animais para crianças e adolescentes desacompanhados por responsável legal, enclausurar animais com outros que os molestem ou aterrorizem, sacrificá-los com venenos ou outros métodos não preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) são outros itens proibidos em todo o estado desde ontem.


leia mais

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Servidores do TJ-MT são proibidos de alimentar gatos que vivem no prédio

Terça, 07 Janeiro 2014

Por  G1 | Para: CBN Foz

Cerca de 100 gatos vivem nas dependências do Tribunal (Foto: Denise Soares/ G1)

Os cerca de 100 gatos que vivem no prédio do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) deixaram de ser alimentados pelos servidores há 20 dias, em cumprimento a uma determinação da presidência do órgão. O presidente do TJ-MT, desembargador Orlando Perri, baixou uma portaria proibindo os funcionários de alimentarem os felinos, sob pena de sofrerem sanções administrativas. Foi autorizada, inclusive, a revista de bolsas e veículos dos servidores, caso haja suspeita de desobediência.

"Fica vedado o acesso de pessoas às dependências das unidades judiciárias portando qualquer espécie de alimento (ração, suplementos, sobras alimentares, líquidos, etc.) destinado a prover a alimentação de qualquer espécie animal, errante ou não, dentro dos prédios das unidades judiciárias e no seu entorno", diz o artigo 1º da portaria publicada no dia 23 de dezembro, no Diário da Justiça Eletrônico.


 leia mais

(DF) Após reportagem, "protetor mirim dos animais" ganha 20kg de ração

6/1/2014
Após reportagem, "protetor mirim dos animais" ganha 20kg de ração
Jovem tem 14 anos e já salvou 38 filhotes de cachorros com as doações

Gustavo Frasão, do R7

O adolescente resgata das ruas filhotes de cachorros doentes ou abandonados
Reprodução / TV Record Brasília
O adolescente Ailton Evangelista, de 14 anos, morador de Santa Maria (DF) e conhecido como "protetor mirim dos animais", ganhou 20kg de ração e vacinou todos os 30 cachorros abandonados que resgatou das ruas depois que o R7 DF e a TV Record Brasíliamostraram as dificuldades que o garoto enfrentava para cuidar dos cães.

Agora, bem mais animado e satisfeito com a repercussão do assunto, ele ampliou a matilha e diz que vai conseguir manter os cachorros por bastante tempo com as ajudas que continua a receber de várias partes do Brasil, que vão desde alimentos a tratamentos veterinários completos.

— Depois disso, resgatei mais oito cães das ruas, incluindo uma cadela de grande porte. Com as rações e vacinas que foram doadas, dá para cuidar deles por um bom tempo, sem contar que todo dia liga alguém oferecendo mais ajuda.

Evangelista vive com os cães e a família em uma casa humilde. No local, moram 14 pessoas e não há muito espaço para os animais. Mesmo assim, sempre que encontra um filhote doente ou abandonado faz questão de resgatar e se emociona ao lembrar dos casos.

— O povo fica falando: “Ele fica pegando os cachorros da rua e levando pra casa”. E eu vou deixar os filhotes na rua? Não! Eu pego eles mesmo e cuido.


A paixão do jovem pelos animais começou quando ele tinha apenas sete anos. Na ocasião, ele ficou sabendo de um cachorro que havia sido abandonado no lava a jato de um amigo e decidiu ficar com o cão. A família ajudou, mas o animal estava doente e morreu pouco depois.

Depois disso, Evangelista decidiu que salvaria todos os cachorros doentes que encontrasse nas ruas. Inicialmente, por não conseguir mantê-los sozinho, ele leva os bichinhos para casa, dá água e comida, cuida deles e em seguida os leva para doação.

O problema é que mesmo sabendo que não poderá ficar com os cachorros por tanto tempo, acaba se apegando e criando um vínculo afetivo com os animais.

— Às vezes me dá um aperto no coração de ter que dar os bichinhos. Mas aqui em casa não pode, porque minha avó é doente.

Doações

Atualmente Ailton está com 10 filhotes e 14 cachorros com mais de um ano em casa. Todo fim de semana ele leva os bichos para uma feira de adoção. Os que não são adotados, voltam com ele.

A ração e os remédios usados no tratamentos dos filhotes são doados, mas já estão acabando. Ele também precisa de casinhas para os cachorros, leitos, remédios para verme e ajuda para realizar a castração das fêmeas.

Além disso, o adolescente está preocupado com a volta às aulas. Ele conta que não gosta de deixar os cachorros sozinhos enquanto está na escola e por isso gostaria de encontrar um lar para todos eles.

— Vão começar as aulas e eu vou ter que me dedicar aos estudos. Eu sou bom aluno, mas vou precisar estudar e não quero deixar os bichinhos sozinhos enquanto estou na escola. Vou continuar resgatando, mas preciso de ajuda, qualquer tipo de ajuda.

Quem puder e quiser ajudar pode ligar para o telefone (61) 9199-5820.

fonte:
http://noticias.r7.com/distrito-federal/apos-reportagem-protetor-mirim-dos-animais-ganha-20kg-de-racao-06012014