segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Governo recebe pleito para pôr fim aos testes em animais para cosméticos no Brasil

Nota sobre a notícia abaixo: os pesquisadores do Brasil são uns dos mais retardados do mundo. Provavelmente o Brasil, como sempre na retaguarda em tudo, será um dos últimos países a abolir esta crueldade inútil que é a vivissecção.
João
------------------------

01.10.2013
Governo recebe pleito para pôr fim aos testes em animais para cosméticos no Brasil

Petição da Campanha Liberte-se da Crueldade é entregue ao Ministério da Ciência e Tecnologia

SÃO PAULO (30 de Setembro de 2013) - O grupo de proteção animal Humane Society International (HSI) enviou um relatório ao Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) pedindo a proibição no território nacional dos testes em animais para cosméticos. O CONCEA, uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, irá debater o relatório na sua reunião plenária nos dias 23 e 24 de Outubro. A organização HSI está pedindo ao CONCEA para que tome medidas para pôr fim aos experimentos que causam sofrimento aos animais.

Helder Constantino, Gerente da Campanha da HSI Liberte-se da Crueldade<http://www.hsi.org/libertesedacrueldade>, relata: "Nós esperamos que os membros do CONCEA analisem cuidadosamente o teor moral e científico do nosso pleito para uma proibição. A maioria dos brasileiros se opõe a estes testes ultrapassados e já está na hora do Brasil confinar estes testes aos livros de Historia."


Os testes em animais para cosméticos são antiéticos porque causam dor aos animais para o consumo de produtos não essenciais. O relatório fornece evidências que mostram que empresas de cosméticos não precisam testar seus produtos ou ingredientes em animais para inovar. Na realidade, um número crescente de países - os 28 Estados-Membros da União Europeia, assim como Israel e Índia - já baniram os testes em animais para cosméticos. Empresas livres de crueldade associam os testes sem animais já disponíveis, que fornecem resultados mais previsíveis do que os testes que fazem uso de animais, com ingredientes existentes que têm uma longa história de uso em cosméticos.

No Brasil, os coelhos ainda são largamente utilizados em testes de irritação ocular e cutânea para produtos de consumo. Coelhos, porcos da índia, ratos e camundongos, passam por sofrimento incalculável em nome da indústria da beleza. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) tem em sua diretriz até mesmo um teste que se utiliza de substâncias químicas na genitália dos coelhos e, esse mesmo teste já foi abandonado amplamente em vários lugares. Desenvolvido na década de 1940, os testes de irritação ocular e cutânea consistem em segurar o corpo do coelho em uma posição na qual não possam se mover para que os produtos químicos sejam pingados nos olhos ou colocados na pele raspada. Estes testes não são confiáveis, bem como extremamente desagradáveis, causando vermelhidão nos olhos, inchaço, úlceras, cegueira ou rachaduras na pele e sangramento. Ao contrário dos humanos, os coelhos não têm dutos lacrimais e desta forma, eles não podem expelir estas substâncias nocivas para fora dos olhos.

Liberte-se da Crueldade Brasil faz parte da maior campanha mundial para acabar com os testes em animais para cosméticos. No Brasil, os grupos de defesa dos animais ARCA Brasil, ProAnima e o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal são parceiros da Liberte-se da Crueldade.

Simone Lima, Diretora Geral da ProAnima, diz: "Quando as pessoas descobrem como são realizados os cosméticos, que os mesmos são testados em animais, mesmo havendo  alternativas, sempre nos  perguntam : por que isso ainda não mudou no Brasil? Esperamos  que o CONCEA considere o pleito da sociedade civil organizada e tome a decisão de abolir essa forma cruel e absolutamente desnecessária de uso de animais"


Sônia Fonseca, bióloga e Presidente do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, diz: "Todas as formas de experimento envolvendo o uso de animais são inaceitáveis, se considerarmos que é errado violar, ferir, mutilar, causar tormento e morte a seres indefesos. O que dizer, então, quando a finalidade de tanto mal é fútil? Esta iniciativa da HSI é determinante no processo de revoluções morais que a humanidade enfrenta."

A nível global, HSI juntamente com seus parceiros de campanha estão liderando os esforços para pôr fim a crueldade dos cosméticos na Austrália, Brasil, China, Coreia do Sul, Nova Zelândia, Rússia e outros países.

HSI



Notas:



1.      Todos os indicadores da pesquisa mencionada nesse comunicado são provenientes da IBOPE Inteligência. O tamanho total da amostra foi de 2.002 entrevistas. O trabalho de campo foi realizado de 15 a 18 de fevereiro de 2013. A pesquisa foi realizada por meio de entrevistas pessoais conduzidas pelo IBOPE. A amostra é representativa da população brasileira maior de 16 anos de idade. A margem de erro dos resultados é de 2 pontos percentuais. A pesquisa na íntegra pode ser acessada aqui<http://www.hsi.org/portuguese/issues/cosmetic_product_testing/facts/pesquida_de_opinao.pdf>.

2.    O artigo 15 da Lei n º 11.794 de 8 de outubro de 2008 estabelece que: "O CONCEA, levando em conta a relação entre o nível de sofrimento para o animal e os resultados práticos que se esperam obter, poderá restringir ou proibir experimentos que importem em elevado grau de agressão."

3.   A expressão "cosméticos livres de crueldade" se refere a produtos cosméticos, formulações e ingredientes que não foram testados em animais depois de certa data porque já eram considerados seguros para uso para fins cosméticos nessa data. Isso não significa que os ingredientes, formulações ou produtos não foram testados em animais no passado.

A Humane Society International e suas organizações parceiras constituem juntas uma das maiores e mais importantes organizações de proteção animal do mundo. Por mais de 20 anos, a HSI vem lutando para a proteção de todos os animais por meio de trabalhos de conscientização, educação e programas práticos. HSI: Celebrando todos os animais e confrontando a crueldade em todo o mundo:hsi.org/libertesedacrueldade<http://www.hsi.org/libertesedacrueldade>.

http://port.pravda.ru/science/01-10-2013/35355-cosmeticos_brasil-0/

(VÍDEO) Convênio que garantia castração gratuita na Serra não é renovado

0/09/2013
Em oito anos de parceria, cerca de oito mil animais foram castrados.
Fêmeas não castradas já começaram a dar cria.
Do G1 Região SerranaLeia mais e veja o vídeo aqui
Convênio entre a Prefeitura de Petrópolis, Região Serrana do Rio, e três entidades de proteção aos animais terminou e não foi renovado. O programa de castração gratuita foi implantado em 2005 na cidade. Por mês, a prefeitura custeava, em média, 100 castrações de cães e gatos depositando R$ 2.500 por mês na conta das entidades que repassavam os valores para os veterinários. A Sociedade Petropolitana de Proteção aos Animais tem mais de 60 animais na fila para castração, que atende, principalmente, famílias de baixa renda que não tem condições de pagar pela operação.
Em duas entidades o convênio terminou este mês, já no Grupo de Assistência e Proteção aos  Animais, o GAPA, que atua na área dos distritos, o convênio está vencido desde março. As consequências desse problema já começaram a aparecer, fêmeas não-castradas, que estão na fila,  já começaram a dar crias.

http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/2013/09/convenio-que-garantia-castracao-gratuita-na-serra-nao-e-renovado.html

Homem é preso por maus-tratos a 22 galos

iG Paulista - 30/09/2013 -
Gabriela Contieri | igpaulista@rac.com.br

Foto: Divulgação
Galos estavam com as esporas serradas, cristas e barbelas mutiladas
A Polícia Ambiental de Paranapuã, 188 quilômetros de São José do Rio Preto, multou no domingo (29) em R$ 12 mil um homem por maus-tratos a galos.

O flagrante aconteceu depois da polícia receber uma denúncia anônima sobre os maus-tratos aos animais. 22 galos da raça índio estavam com as esporas serradas, cristas e barbelas mutiladas.

Junto aos animais foram encontrados objetos utilizados para a briga de galos, como biqueiras e esporas de couro, uma rinha, além de medicamentos para tratar ferimentos.

Leia mais

Onça é resgatada de armadilha pela Polícia Ambiental

Geral - 30/09/2013 - 13:59
Onça é resgatada de armadilha pela Polícia Ambiental


Animal foi capturado por uma armadilha para capivaras
Foto: Divulgação/PMA

O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) e a Polícia Militar Ambiental (PMA) de Dourados resgataram uma onça parda, no sábado (28), de uma armadilha de caçadores. O animal foi encontrado às margens do rio Dourados, na região de Fátima do Sul.

O animal estava em condições debilitadas. “A onça estava presa há uns dois dias, com a pata dianteira já debilitada. Quando a trouxemos aqui para o Cras, a onça recebeu soro e medicamentos”, afirmou o médico veterinário do Cras, Álvaro Cavalcanti.

A onça tem idade adulta e ficará em observação. É um macho, e pesa em torno de 50 quilos.


http://www.capitalnews.com.br/ver_not.php?id=253830&ed=Geral&cat=Geral


Seminário sobre “Biopolítica e a Condição Animal” será realizado na USP

Nos dias 03 e 04 de outubro de 2013, das 14h às 18h, será realizado na USP o VII Seminário de Ética e Direito Animal, cujo tema será “Biopolítica e a Condição Animal”. O evento será realizado pelo DIVERSITAS - Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da FFLCH / USP, no auditório da Casa de Cultura Japonesa, localizado na Av. Prof. Lineu Prestes, 159. Cidade Universitária.

O foco do seminário se dará no estudo, a partir do conceito de “biopolítica” nomeado pelo filósofo Michel Foucault, sobre o modo como lidamos com os animais a partir de instâncias reguladoras da subjetividade, que pautam tanto a criação de novas formas de viver para a massa de corpos animais como para a massa de corpos consumidores.

O evento contará com palestras de pesquisadores que investigam temas relacionados à biopolítica, que foram convidados a estabelecer conexões com a questão da exploração dos animais, e de pesquisadores que já investigam assuntos relacionados ao uso de animais pelas sociedades.

A participação no evento será gratuita e para tanto, será necessário fazer a inscrição pelo e-mail: diversitas@usp.br

Mais informações podem ser encontradas no site do DIVERSITAS: http://diversitas.fflch.usp.br/

Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/319822244828493/?fref=ts

Confira a programação:

3/10 – Quinta-feira – 14hs às 18hs

- De homens, direitos e animais
Pedro Paulo Pereira (UNIFESP)

- Produção de frango industrial nos assentamentos rurais: o consumo sob controle das corporações em espaços locais
Henrique Duval (UNICAMP)

- “Rango é rango”: a vida subtraída no dispositivo cardápio
Odilon Castro (UNIFESP)

- Quando espécies se encontram: tecnobiopolítica na escrita feminista de Donna Haraway
Dolores Galindo (UFMT)

- Animais e Biopoder
Nádia Farage (UNICAMP)


04/10 – Sexta-feira – 14hs às 18hs

- A composição de relações como invenção de modos de viver
Amauri Ferreira (Escola Nômade de Filosofia)

- Animalidade, Loucura e Biopoder: Fragmentos da Experiência Trágica da Constituição Histórica do Animal enquanto Bestialidade e Sujeito/Objeto de Cuidado
Fernando Silveira (UNIFESP)

- A relação animal-humano para Giorgio Agamben e o pensamento biopolítico
Jonnefer Barbosa (PUC – SP)

- Reducionismo: a propaganda medicinal do leite bovino e seus malefícios para os animais e o ambiente natural.
Sônia Felipe (UFSC)

domingo, 29 de setembro de 2013

Série de eventos ocorrem até o dia 6 com o tema ''Canoas é bom pra cachorro''

Letícia Marchetti
Foto: Vinícius Carvalho/GES-Arquivo


Novo Hamburgo  - A conscientização sobre a posse responsável dos animais de estimação será um dos principais focos da 1ª Semana do Bem-Estar Animal, que vai de hoje até o próximo dia 6. Com o tema “Canoas é bom pra cachorro”, a semana tem entre as principais atividades programadas o lançamento de uma cartilha que ensina como devemos cuidar dos bichinhos, palestras em escolas municipais, brechó com a venda de roupas de cães com renda revertida para compra de comida e remédios a animais abandonados e uma feira de adoção. “Nossa intenção é conscientizar as pessoas sobre o abandono dos animais, que muitas vezes são jogados na rua, e sobre a importância da castração para evitar a cria indesejada”, comenta o coordenador do Bem-Estar Animal, Cristiano Moraes.

Conforme ele, Canoas tem aproximadamente 54 mil cães. Destes, cerca de 30% foram abandonados, contabilizando 15 mil animais na rua. “As pessoas pegam os bichinhos e quando eles crescem, abandonam. Isto acontece muito frequentemente no período de férias, em que as famílias vão viajar e largam os animais em qualquer lugar. Os bichos não podem ser tratados como coisa e sim como seres vivos que nos acompanham por muitos anos”, destaca.

Programação

Amanhã, às 10 horas - Inauguração do Espaço Cultural do McDonald’s Canoas Shopping com a distribuição da cartilha “Canoas é bom pra cachorro”

Local: Canoas Shopping

Segunda-feira, às 9 horas - Brechó Pró Cão na Praça da Emancipação. Início das atividades educativas sobre a posse responsável nas escolas da rede municipal de ensino.

Local: Escola Arthur Oscar Jochims, no bairro Estância Velha. Atividade ocorre nos dois turnos.

Terça-feira, às 9 horas - Brechó Pró Cão na Praça da Emancipação. Atividades educativas sobre posse responsável

Local: Escola Thiago Würth, no bairro Mathias Velho, nos turnos da manhã e tarde

18h30 - Grande expediente na Câmara de Vereadores sobre o assunto.

Quarta-feira, às 9 horas - Brechó Pró Cão na Praça da Emancipação e atividades educativas sobre a posse responsável

Local: Escola Santos Dumont, no Niterói, nos turnos da manhã e tarde.

Quinta-feira, às 9 horas - Brechó Pró Cão na Praça da Emancipação. Atividades educativas sobre a posse responsável

Local: Escola Nelson Paim Terra, no bairro Rio Branco, nos turnos da manhã e tarde.

Sexta-feira, às 9 horas - Brechó Pró Cão na Praça da Emancipação; à noite tem jantar em prol dos amigos de 4 patas (SOS Animais e Aprocan)

Local: Liga Canoense de Futebol, às 20 horas. Convites na Coordenadoria do Bem-estar Animal

Dia 05/10, às 9 horas - Lançamento da Feira de Adoção na Avenida Inconfidência, esquina com a Santos Ferreira

Dia 06/10, às 9 horas - Encerramento da Feira de Adoção e brechó no parque Capão do Corvo

http://www.diariodecanoas.com.br/canoas/475154/semana-para-debater-a-posse-responsavel-de-animais-de-estimacao.html

Retrocesso em Cuiabá: CCZ volta a dispor de carrocinha

Nota: o uso da carrocinha é abominável... Cães devem ser castrados para a redução do número de animais abandonados e os doentes devem ser tratados.
Atenção eleitores de Cuiabá não votem em políticos que promovem o uso da carrocinha.
João
--------------------------------------------------

CCZ volta a dispor de carrocinha

Da Reportagem

A carrocinha está de volta às ruas de Cuiabá, mas não simplesmente para capturar cães abandonados pelos donos.

O veículo que seria sinônimo de terror para quem procura o animal que fugiu de casa num momento de descuido e de alívio para aquele que abandona ou quer se livrar de cães de rua que latem em sua porta, fará recolhimento por meio de rigorosa triagem.

A médica veterinária Alessandra Carvalho, coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses(CCZ), órgão da prefeitura de Cuiabá, explica que antes de decidir se recolhe ou não, é preciso saber se o animal é mesmo de rua, se está em risco ou arriscando a vida de alguém(seja por doença ou comportamento agressivo).

Essa triagem é feita por telefone junto às pessoas que ligam para reclamar, denunciar ou pedir ajuda sobre questões relacionadas aos próprios animais domésticos ou que estão nas ruas.

A coordenadora garante que no CCZ de Cuiabá, somente nos casos de zoonoses incuráveis, como raiva e leishmaniose visceral, os animais são mortos, depois de passar por exame laboratorial confirmando o diagnóstico. A morte acontece por meio da eutanásia, com pré-anestesia e medicação indolor, garante a coordenadora.

A capital mato-grossense não registra casos de raiva canina desde 2007, mas recebe muitos animais com leishmaniose visceral, doença transmitida ao ser humano por meio do mosquito que picou o animal infectado.

São entre 10 e 20 coletas de amostras de sangue por semana de cães com sinais da doença, suspeito de contaminação ou que convivem com animais contaminados.

O entendimento da veterinária Alessandra Carvalho é que existe uma divisão na população sobre o que significa ter um animal sob sua responsabilidade. “Tem a parte que alimenta, cuida da saúde e dá amor até o fim da vida, e outra que o abandona na primeira dificuldade”, completa.

Preocupada com o abandono dos bichos de “estimação”, o CCZ está fazendo uma campanha sobre “posse responsável”. Um folder produzido pelo órgão alerta que abandonar é crime, previsto na lei 9605/1998, e ensina sobre o tempo de vida, atenção à saúde, segurança e outras responsabilidades.

Alessandra observa que antes de ter um animal é preciso pensar muito, saber que o cachorro, por exemplo, vive entre 12 e 18 anos, portanto, vai crescer, envelhecer e morrer sob os cuidados do dono.

É importante, reforça, que a pessoa saiba que a vida do animal tem fases e que para cada uma delas pode ter problemas. Na velhice, pode ficar cego, perder os dentes, tem alteração de humor. Que no fim da vida dependerá daquele do dono para funções mais simples. (AA)
http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=439438

Morre no Rio o ator Cláudio Cavalcanti

Artista também era secretário municipal de Defesa dos Animais do Rio de Janeiro
29 de setembro de 2013 | 21h 33

Clarissa Thomé, o Estado de S.Paulo
O ator Cláudio Cavalcanti morreu no fim da tarde de hoje aos 73 anos. Ele estava internado desde o dia 16 no Hospital Pró Cardíaco.

Cavalcanti passou por cirurgia de coluna no dia 24 por conta de falência de uma vértebra, mas teve complicações cardiológicas. Ele esteve sedado desde então.

O cardiologista Carlos Eduardo Menna Barreto, que era genro do ator, explicou ao site do canal de televisão GNT que Cavalcanti, após a cirurgia, sofreu um choque cardiogênico, em que há redução da capacidade de o coração bombear o sangue para o organismo. Com isso, há queda da pressão arterial e inadequada irrigação dos tecidos do organismo. Nos últimos dias, o quadro do ator evoluiu para insuficiência renal e, então, a falência múltipla dos órgãos.

Cláudio Cavalcanti era ainda Secretário Especial de Promoção e Defesa dos Animais.
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,morre-no-rio-o-ator-claudio-cavalcanti,1080232,0.htm

Pesquisa constata sinais de estresse em cão 'trabalhador'

29/09/13- Geral

Jairo Marques/Folhapress

Uma pesquisa inédita no Brasil abre uma discussão em relação à aparente fofura e calma de cães que servem ao homem em terapias, em assistência diária ou em trabalhos policiais e de resgate.

Animais que atuam nessas atividades podem estar sofrendo de estresse sem que seu donos se deem conta.

O estudo, realizado no Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo), analisou o comportamento de cães que trabalham com crianças carentes, idosos e pessoas com autismo, mas as considerações levantadas avançaram para outros tipos de trabalhadores.

Em 82% dos casos estudados em três ONGs (organizações não-governamentais) desde 2011, os cães apresentaram algum sinal de desconforto em casa ou no desempenho de suas atividades.

Karime Xavier/Folhapress

Cães de ONG "trabalhando" no hospital Dante Pazzanese; pesquisa aponta estresse entre animais
Resultado


Leia mais

(BA) Instituições que cuidam de animais precisam de apoio

28/09/2013
Ricardo Belens
Edilson Lima | Ag. A TARDE

Apesar de ter estrutura só para 300 animais, abrigo tem 520 pets

O  Abrigo de Animais São Francisco, no bairro de Paripe, e a organização não governamental (ONG) Célula Mãe - responsável por promover castração em animais de rua e abandonados - estão enfrentando dificuldades para manter suas atividades.
Como não contam com verbas governamentais e ajuda de empresas privadas, as instituições dependem do apoio de doadores e voluntários, o que não tem sido suficiente por conta da demanda.

Leia mais

(vídeo) Bombeiro tenta salvar gato e emociona milhões

Visto no YouTube
Bombeiro tenta salvar gato e emociona milhões
28-09-2013
O animal acabou por morrer devido a danos irreparáveis nos pulmões provocados pelo fumo

Por Cátia Carmo/CM

Cory Kalanick, bombeiro na corporação de Fresno, na Califórnia, EUA, tentou salvar Lucky, um gato bebé, após um incêndio numa casa.

A operação de salvamento, que envolveu uma máscara de oxigénio no focinho do animal, ficou registada em imagens devido à câmara Go-Pro que o bombeiro trazia no capacete.

O animal foi encontrado, inconsciente, por Cory Kalanick quando regressou à casa ardida, no rescaldo do incêndio. Os esforços do bombeiro ajudaram a cria de gato a recuperar os sentidos, mas foram em vão. O fumo inalado por Lucky causou-lhe danos irreparáveis nos pulmões e o gato bebé acabou por morrer.

O vídeo já comoveu milhões de pessoas na Internet. Só no Youtube, as imagens já foram vistas por mais de cinco milhões de pessoas.
http://www.sabado.pt/Multimedia/Videos/Visto-no-YouTube/Fotogaleria-(16).aspx
Veja o vídeo aqui

sábado, 28 de setembro de 2013

Cuiabá: Amigo fiel e abandonado

ANIMAIS DOMÉSTICOS
Amigo fiel e abandonado
Associação estima mais cinco mil cães esteja nas ruas de Cuiabá, sendo expostos a maus-tratos, fome e doenças



Muitas vezes, donos se mudam para prédio e descartam os cães, como se fossem um tipo de móvel
ALECY ALVES
Da Reportagem

Se você tem a impressão de estar se deparando com animais abandonados com mais frequencia, especialmente cães, não é nenhum engano ou exagero. O melhor e mais fiel amigo do homem não está recebendo a atenção necessária, muito menos a merecida.

Não existe estatística, mas estima-se que 5 mil cães vivem nas ruas de Cuiabá expostos aos maus-tratos, fome e doenças. Outros 55 mil(10% da população) estão em ambientes domésticos, com seus donos.


Leia mais

Americana (SP) PM prende três por caça a capivara

AMERICANA
PM prende três por caça a capivara
AMANDA ZAMBELLI - AMERICANA

A Polícia Militar de Americana prendeu na tarde de ontem três homens acusados de matar uma capivara e apreendeu duas armas e uma lancha utilizadas na caça, perto da Ponte do Funil, em área próxima ao Rio Piracicaba.
A capivara foi encontrada morta na lancha.

Os acusados são o pedreiro Jovenil Nunes de Barros, 29, o motoboy Edimilson da Silva, 36, e o auxiliar administrativo Josiel Bruno Caetano, 31.

Os três deverão responder por caça e morte de animal silvestre e porte ilegal de armas.



http://portal.tododia.uol.com.br/?TodoDia=cidades&Materia=794269

Animais domésticos de Uberaba só poderão ser vendidos com microchip

DECRETO
Animais domésticos de Uberaba só poderão ser vendidos com microchip
Os comerciantes e criadores de animais têm 60 dias para implantar o dispositivo, que permitirá a leitura de todos os dados referentes ao animal, como idade, vacinação e identificação do dono



PUBLICADO EM 27/09/13 -
JULIANA BAETA
Os comerciantes de animais domésticos de Uberaba, no Triângulo Mineiro, têm dois meses para implantar chips de identificação eletrônica em cães e gatos. Além disso, os bichos também deverão ser cadastrados no sistema de informações mantidos pelo Centro de Zoonoses da cidade. O objetivo é garantir a segurança dos animais, o controle de doenças e, ainda, coibir o abandono, segundo a assessoria da prefeitura. O decreto foi publicado no Porta-Voz, o equivalente ao Diário Oficial do Município em Uberaba, nesta quarta-feira (25).

Ainda de acordo com a assessoria, antes da determinação houve uma conversa com os responsáveis de pet shops da cidades, que se mostraram de acordo com a medida. O gerente da pet store Mon Petit, Carlos do Carmo, é um deles. "Eu acho que vai ser positivo porque irá ajudar no reconhecimento de animais, e evitar que eles se percam ou fujam. Aliás, mesmo que isso aconteça, eles poderão ser facilmente encontrados com o novo chip", disse.


Leia mais

Cão é encontrado ferido dentro de saco plástico em terreno em Ibitinga

8/09/2013
Animal ficou cego dos dois olhos e teve as unhas de pata arrancadas.
Denúncias de maus-tratos são diárias, segundo ONG da cidade.
Do G1 Bauru e Marília

Moradores estão revoltados após um cachorro ter ficado cego dos dois olhos depois de uma agressão, no bairro Maria Luiza I, em Ibitinga (SP). Segundo informações da Associação Protetora dos Animais de Rua (Apar), o animal de cor caramelo de porte grande e aproximadamente seis anos foi encontrado dentro de um saco plástico com ferimentos profundos na cabeça e sem as unhas de uma das patas traseiras. O fato teria ocorrido no último dia 19 de setembro, mas, só foi divulgado pela ONG nesta semana.
Cão foi encontrado dentro de saco plástico (Foto: Apas/Divulgação)

Segundo as testemunhas, o saco estava amarrado e jogado em um terreno baldio. O cão, agora batizado de “Guerreiro” foi encontrado quase asfixiado e com ferimentos na cabeça provocados por algum objeto cortante. “Uma senhora encontrou o animal e abriu o saco. Se ela não tivesse feito isso e acionado a gente, com certeza ele teria morrido asfixiado. Quem bateu nele achou que tinha matado”, conta a voluntária da ONG, Patrícia Roncada em entrevista ao G1.

 Leia mais

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Cão arrastado por carro deve sobreviver

26/09/2013 -
Animal com pouco mais de um ano sofreu queimaduras, ferimentos e uma fratura
ROZANA ELLWANGER
rozana@gazetadosul.com.br
Foto: Lula Helfer

A pequena cadela arrastada por um carro na tarde desta quinta-feira, 26, em Santa Cruz do Sul, terá um longo tratamento pela frente, mas deve sobreviver. Resgatada por populares e Brigada Militar, ela foi levada às pressas à Clínica Veterinária Golden Vet Bicho Chique, onde já foi medicada.
fonte: Redação Portal Gaz

http://www.gaz.com.br/noticia/425699-cao_arrastado_por_carro_deve_sobreviver.html

Cadela idosa mobiliza pedestres e motoristas perto do shopping

Animal aparenta estar doente e com dificuldade de locomoção; Bem-Estar Animal diz que tentará atender o caso
Da redação
Foto: Vinicius Carvalho/GES

Cadela apresenta dificuldade de locomoção

Canoas  - A agonia de uma cadela vira-latas idosa mobilizou taxistas e pedestres no início da tarde desta sexta-feira no Centro da cidade. O animal apareceu na esquina da rua Mathias Velho com a avenida Guilherme Schell, em frente ao Canoas Shopping.

O taxista André Casonati contou que a cachorra corria o risco de ser atropelada. “Ela não consegue caminhar direito.” A estudante Natathalie Garcia ia para o curso pré-vestibular quando deparou-se com a cena. “Liguei para o Bem-Estar Animal, mas é muita burocracia. Pediram número de protocolo, mas não vieram recolher.”

O coordenador do Bem-Estar Animal, Cristiano Moraes, disse que tentaria atender o caso. Com o slogan "Canoas é boa pra cachorro", a Prefeitura inicia amanhã a Semana do Bem-Estar Animal.



http://www.diariodecanoas.com.br/canoas/475069/cadela-idosa-mobiliza-pedestres-e-motoristas-perto-do-shopping.html

Após capturar jiboia, homem tem dificuldade de entregar animal às autoridades

GRANDE RECIFE // OLINDA
27.09.2013


Gusmão Júnior acredita que o cobra já tenha sido criada em cativeiro
Foto: reprodução TV Jornal

Do NE10
Desde o final da tarde dessa quinta-feira (26) o segurança Gusmão Júnior, de 31 anos, está com uma cobra da espécie jiboia, de aproximadamente 1,65 metro. Ele capturou o animal em um mangue localizado na comunidade da Ilha do Maruim, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, e levou o réptil para casa, no bairro de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. Há mais de quinze horas o segurança entra em contato com as autoridades da área de Meio Ambiente para que uma viatura vá buscar o bicho, mas até o meio da manhã desta sexta-feira (27) não havia recebido retorno.

De acordo com Gusmão, a jiboia foi encontrada enquanto ele e mais dois amigos estavam no mangue em busca de varetas para seus instrumentos de pesca. Durante o percurso, a cobra foi recolhida pelos seus colegas. Como a dupla não sabia manusear o animal e cogitaram matá-la, Gusmão resolveu levá-la para seu apartamento, onde a cobra está presa em uma gaiola. "Ela é muito mansa. Acho que já foi de cativeiro e fugiu. Como já criei outras cobras eu não tenho medo", relatou o segurança.

Leia mais

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

(vídeo) Cães são abandonados em lixão e em trilhos de trem em Canoas, RS

26/09/2013
Voluntários tentam cuidar dos bichos largados no local diariamente.
Prefeitura promete multar moradores por mau trato aos animais.
Do G1 RS

Abandono de animais ocorre diariamente no lixão, segundo moradores (Foto: Roberta Salinet/RBS TV)

Cães são abandonados diariamente pelos donos em um depósito de lixo no município de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, de acordo com moradores da área próxima ao local. Segundo Rodrigo Vieira da Rosa, que ajuda a cuidar dos animais, veículos encostam às margens da avenida e desovam os animais. Muitos chegam mortos ou feridos. Outros ainda são deixados para morrer em trilhos de trem.
"Encontrei uma ninhada ontem. Havia cinco filhotes em cima dos trilhos. Foram colocados ali de forma proposital, para o trem passar por cima. Dois já estavam mortos, e três conseguimos salvar", disse o comerciante e voluntário.


leia mais e veja o vídeo

Diplomacia dos pandas: China usa animais para afinar relações comerciais

Por BBC 26/09/2013

Tradição de emprestar ou alugar ursos a outros países está cada vez mais ligada a interesses comerciais ou políticos

BBC

A política chinesa de empréstimo ou aluguel de pandas como forma de incrementar ou manipular relações com outros países entrou em uma nova fase.

A afirmação é de estudiosos da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e consta em um estudo divulgado na publicação científica Environmental Practice.


BBC
Centro de pesquisa chinês apresenta 14 filhotes de panda
Segundo eles, diferentemente do passado, o empréstimo de pandas está hoje muito mais condicionado a contrapartidas comerciais, e essa tendência deve aumentar daqui para frente.



Leia mais

Guaratuba: Evani e CRMV discutem campanha de guarda responsável de animais

Evani e CRMV discutem campanha de guarda responsável de animais
Quarta, Set 25 2013
Escrito por  Redação

Evani Justus e o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná (CRVM-PR) farão campanha de esclarecimento de veranistas para a guarda responsável de animais.
A prefeita de Guaratuba, que também é presidente da Associação dos Municípios do Litoral do Paraná (Amlipa) vai agendar um encontro de representantes do conselho com os demais prefeitos para estender a campanha a toda a região nesta temporada.

O presidente do CRVM-PR, Eliel de Freitas, esteve em Guaratuba na semana passada discutindo o a parceria. Marcelo Quesada, médico veterinário e assessor técnico da Prefeitura de Guaratuba, participou da reunião.

Leia mais

Prefeitura de Jardim extermina cães para combater a leishmaniose

Nota sobre a notícia abaixo: o Prefeito de Jardim (MS) está mal informado sobre a leishmaniose. Não é o cão que transmite a doença ao homem mas sim o mosquito. Cidades como Araçatuba que promoveram extermínios de cães não resolveram o problema da leishmaniose. Medidas simples de higiene são mais efetivas para conter a proliferação do mosquito e da doença. Quanto aos cães que estão doentes (eles são tão vítimas como os humanos), todos devem ser tratados porque há remédios para isto.
Deve-se observar que os testes em cães muitas vezes dão resultados falsos, e assim, cães que não estão doentes são indevidamente sacrificados.
João
----------------------


25/09/2013
Prefeitura diz que sacrifício em animais foi feita por conta da leishmaniose
Graziela Rezende

A Prefeitura Municipal de Jardim, a 233 quilômetros da Capital, após a acusação de que estaria promovendo a "matança" de cachorros de rua, saudáveis e que poderiam ser adotados, encaminhou um ofício informando que a eutanásia foi realizada com autorização, já que os animais estariam doentes e ainda propôs um convênio com ONG´s (Organização Não Governamental) que queiram a adoção.

De acordo com o assessori jurídico da prefeitura, Juliano Miranda, os animais estavam com leishmaniose. O documento diz ainda que, quando realiza o sacrifício em cães que possuem dono, este assina um termo de compromisso e autoriza o procedimento. A Prefeitura comenta que também convocou os responsáveis por uma ONG e falou da parceira, porém o local deve estar regular e com dotação orçamentária para arcar com os custos realização de exames, contratação de funcionários e tratamento de animais.

Denúncia: A matança, conforme a Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) foi realizada às pressas, para evitar que o procedimento fosse suspenso até que a necessidade do sacrifício fosse constatada.

Ao todo, 13 animais foram sacrificados na semana passada, sendo um dia antecipado “como forma de camuflar a matança”. A comissão afirma, ainda, que a Prefeitura da cidade e Vigilância Sanitária receberam um ofício do Ministério Público para suspender o procedimento, já que foi verificado que os cachorrinhos estavam em perfeitas condições para adoção.

Saiba Mais:
http://www.campograndenews.com.br/cidades/prefeitura-de-jardim-diz-que-eutanasia-de-animais-foram-feitas-com-autorizacao

(Canadá) Porquinho é adotado após fugir de caminhão que ia para matadouro

26/09/2013
Leitão fugiu de caminhão em movimento na província de Quebec.
Diretora de santuário de animais adotou o porquinho chamado 'Yoda'.
Do G1, em São Paulo

Um porquinho saltou de um caminhão que seguia para um matadouro no Canadá e ganhou um novo lar. O leitão fugiu do veículo em movimento em uma estrada perto de Brossard, na província de Quebec, e foi levado para um santuário de animais.

Porquinho saltou dr caminhão que seguia para matadouro no Canadá e ganhou novo lar (Foto: Divulgação/Wishing Well Sanctuary)

O porquinho de um mês idade foi resgatado pela polícia após ser visto perto da estrada. Inicialmente, o suíno foi levado para uma agência de controles de animais.
Mas, após seu caso vir à tona, Brenda Bronfman, que dirige o santuário de animais "Wishing Well", em Toronto, se ofereceu para adotá-lo.

Leia mais

(RS) Amarrado a um carro, cachorro é arrastado por mais de dois quilômetros em Santa Cruz do Sul

Crueldade
26/09/2013
Amarrado a um carro, cachorro é arrastado por mais de dois quilômetros em Santa Cruz do Sul
Dono alegou à polícia que havia esquecido o animal preso. Ele foi ouvido e liberado

Vanessa Kannenberg
vanessa.kannenberg@zerohora.com.br
Um cachorro foi arrastado por cerca de dois quilômetros amarrado a um carro, por volta das 14h15min desta quinta-feira, no centro de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo. Alertada por pelo menos cinco moradores, a Brigada Militar deteve o dono do animal em flagrante.

De raça pequena, a cadela de pouco mais de um ano, branca com machas marrons, ficou com graves ferimentos em todo o corpo. Ela foi resgatada por um veterinário e levado para uma clínica para ser medicada.

— Ela fraturou a pata dianteira direta e está com queimaduras no corpo todo. Estamos esperançosos que ela sobreviva, mas é preciso cuidar para que não sofra infecção. Batizamos ela de Vida — conta a veterinária Mariana Bremm.

Segundo a BM, antes de o carro ser abordado, a corda que prendia o animal se rompeue ele ficou na rua. O motorista andou mais um quilômetro até ser detido. Ele foi levado à Delegacia de Pronto-Atendimento (DPPA).

À polícia, o homem alegou ter esquecido o cachorro preso, já que normalmente vai de transporte coletivo para o trabalho, mas nesta tarde teria perdido o ônibus e foi de carro. Ele teria admitido que o animal costumava ser preso junto ao veículo. Liberado, ele deve responder a um Termo Circunstanciado.

ZERO HORA

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/09/amarrado-a-um-carro-cachorro-e-arrastado-por-mais-de-dois-quilometros-em-santa-cruz-do-sul-4281911.html

Homem arrasta cachorro por dois quilômetros em Santa Cruz

Animal foi resgatado com ferimentos graves. Suspeito foi detido pela Brigada Militar
ROZANA ELLWANGER
rozana@gazetadosul.com.br
Foto: Lula Helfer


Enquanto um policial cuidava do cachorro, a guarnição perseguiu o Vectra e deteve o motorista próximo ao cruzamento com a Rua Capitão Fernando Tatsch. Informalmente, o suspeito alegou ter esquecido que o animal estava amarrado ao carro. Segundo a BM, ele é reincidente.
fonte: Redação Portal Gaz

http://www.gaz.com.br/noticia/425699-homem_arrasta_cachorro_por_dois_quilometros_em_scs.htm

Está liberado o abrigo municipal de animais em Petrópolis, no RJ

26/09/2013
Espaço foi interditado após confirmação de cavalos com Anemia Equina.
Local ficou dois meses sem poder receber novos animais.
Andressa Canejo
Do G1 Região Serrana

O curral ficou dois meses sem poder receber novos
animais (Foto: Jairo Martins/Reprodução Intertv)

Já está liberado o curral de apreensão da Guarda Civil no distrito de Itaipava emPetrópolis, Região Serrana do Rio, para onde são levados os animais de grande porte encontrados em vias públicas. O abrigo, que foi liberado no último sábado (21), ficou dois meses interditado após a confirmação de quatro cavalos contaminados pela Anemia Infecciosa Equina (AIE).

Os cavalos tiveram que ser sacrificados, de acordo com a determinação do Ministério da Agricultura, e os outros cinco equídeos – quatro cavalos e um jumento - que estavam no espaço, mas não tinham o vírus, foram isolados. Durante a interdição, que aconteceu no dia 18 de julho e foi feita pela secretaria estadual de Agricultura, através do Núcleo de Defesa Agropecuária, o abrigo não pode receber nenhum animal.

Leia mais

Teve início hoje (25) Campanha Nacional contra o tráfico de animais selvagens

Cidades
As aves são as mais atingidas pelo trafico, com 82% do total

Teve início hoje (25) Campanha Nacional contra o tráfico de animais selvagens

Acontece de hoje, terça-feira (25), o lançamento de campanha nacional contra o tráfico de animais selvagens, em todo o país com duração de um ano. No próximo dia 29, domingo, acontece o “Dia de Conscientização”, com o objetivo de engajar a sociedade a impedir o avanço desse tipo de crime.
Segundo informações da organização da campanha, o Dia de Conscientização ocorrerá em diferentes locais, dentre eles Parques, shoppings, praças e zoológicos. Na programação estão previstas atividades infantis como teatros, contadores de histórias e pintura de rosto, além de esclarecimentos e informações sobre como combater e denunciar.

Leia mais

Ministério publica normas sobre cuidados com animais em pesquisas

Nota sobre a notícia abaixo: este holocausto de animais não se justifica no século 21 onde tecnologias de pesquisas modernas tornam a vivissecção (matança de animais em nome da ciência)  um método de estudo de cientistas e pesquisadores medievais.
Troquem o palavra "animal" no texto abaixo por "gente", "incapacitados", "doentes", por alguma raça humana ou minoria sexual e vocês terão algo bem próximo ao nazismo.
A vivissecção é uma técnica nazista.
João
----------------------------------

25 de Setembro de 2013•

Ministério publica normas sobre cuidados com animais em pesquisas

Heloisa Cristaldo
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) divulgou nesta quarta-feira no Diário Oficial da União a Diretriz Brasileira para o Cuidado e a Utilização de Animais para Fins Científicos e Didáticos (DBCA). Segundo a pasta, é a primeira norma no País que trata com detalhes dos cuidados que devem ser seguidos por pesquisadores e instituições para que sejam assegurados a ética e bem-estar com animais em pesquisas e ensino.

Entre as responsabilidades apontadas pela norma está a necessidade de garantir que a utilização de animais seja justificada, levando em consideração os benefícios científicos ou educacionais e os potenciais efeitos sobre o bem-estar dos animais. Além disso, o texto destaca que se deve promover o desenvolvimento e o uso de técnicas que substituam o uso de animais em atividades científicas ou didáticas.

Segundo a normatização, as atividades científicas ou didáticas devem considerar a substituição do uso dos animais, a redução do número de animais utilizados, além do refinamento das técnicas que permitam reduzir o impacto negativo sobre o bem-estar dos animais.

As atividades científicas ou didáticas com uso de animais devem ser feitas apenas quando forem essenciais para obter informações relevantes para a compreensão da biologia humana e de outros animais ou, por exemplo, para atingir objetivos educacionais que não podem ser alcançados utilizando nenhuma outra prática que não inclua o uso de animais.

De acordo com a diretriz, projetos ou protocolos envolvendo o uso de animais somente poderão ser feitos após a avaliação da proposta e de seu valor científico ou educacional em relação aos potenciais efeitos negativos sobre o bem-estar dos animais.

A norma aponta que a "dor e o distresse (estresse excessivo) não são avaliados facilmente em animais" e, portanto, pesquisadores e professores devem considerar que animais sentem dor de forma similar a humanos, portanto, as decisões relacionadas ao bem-estar dos animais devem ser baseadas nessa premissa.

Dessa forma, os profissionais devem escolher métodos humanitários para a conduta do projeto, verificar e avaliar os animais regularmente para observar evidências de dor ou distresse durante o curso do projeto e utilizar agentes tranquilizantes, analgésicos e anestésicos adequados para a espécie animal e para os objetivos científicos ou didáticos. Além disso, a pesquisadores devem utilizar métodos apropriados para a eutanásia animal.

Como regra geral, os mesmos animais não devem ser utilizados em mais de uma atividade científica ou didática, ou em projetos ou protocolos diferentes, após alcançado o objetivo principal do projeto. A íntegra da diretriz pode ser acessada na edição de hoje do Diário Oficial.

Agência Brasil

http://noticias.terra.com.br/ciencia/ministerio-publica-normas-sobre-cuidados-com-animais-em-pesquisas,d8e7e1447a551410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

(SP) Há quatro meses, cão monta guarda, em vão, à espera do dono

26/09/2013 -
ROBERTO OLIVEIRA
DE SÃO PAULO

Ninguém imaginaria que aquele bichinho, abandonado numa favela, infestado de carrapatos e tomado pela sarna, sobreviveria a doenças de pele espalhadas pelo corpo.

Voluntários de uma ONG recolheram o cão e lhe deram tratamento. Faltava um lar. José Santos Rosa, funileiro da zona leste paulistana, quis ficar com ele. O filhote chegou numa caixa de sapatos.

Zé pensou em levá-lo para casa, mas, ao saber que o cão ficaria "gigante", herança de seus traços genéticos, mezzo labrador, mezzo rottweiler, resolveu deixá-lo na oficina.

Leia mais

Número de calazar em humanos continua aumentanto no Tocantins

26/09/2013
Em 2012, o estado ficou em primeiro lugar na região norte.
Em Araguaína, foram registrados 86 casos em pessoas.
Do G1 TO, com informações da TV Anhanguera

Coleira repelente pode ser usada no combate à contaminação do calazar em cães (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Coleira repelente pode ser usada no combate à
contaminação do calazar em cães
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O crescente número de calazar em animais e humanos vem preocupando a população das três maiores cidade do estado. Em 2012, oTocantins ficou em primeiro lugar no ranking da região norte, contabilizando 339 registros da doença em pessoas.
O calazar é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi. Nas cidades, o número da doença aumenta por causa do grande número de cachorros infectados. O calazar não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.
Em Gurupi, no sul do estado, dos 79 bairros, em três foram constatados altos índices da doença. No bairro Alto da Boa Vista, segundo o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade, foram realizados 200 testes em animais, sendo que 28 tiveram que ser sacrificados porque estavam com calazar.
Ainda segundo o CCZ, em Gurupi são realizados 230 exames por mês em animais com a suspeita da doença.  Em humanos, o calazar foi detectado em oito pessoas. O último caso de morte registrado foi Osmar Pereira da Silva, que morreu no início do mês.
Leia mais

Agência da ONU: é imperativo reduzir papel da pecuária no efeito estufa

Nota sobre a notícia abaixo: o ideal é adotar o vegetarianismo como melhor solução para este problema.
João
-------------------------

26 de Setembro de 2013•
Agência da ONU: é imperativo reduzir papel da pecuária no efeito estufa
A criação de gado é responsável por 14,5% de todas as emissões de gases que causam o efeito estufa provocadas por ações humanas, de acordo com um relatório divulgado nesta quinta-feira pela FAO, agência da ONU para Alimentação e Agricultura, sendo "imperativa" uma redução dessa participação.

Segundo a FAO, a emissão de gases por conta da pecuária poderia ser reduzida em até 30% por meio de práticas já existentes e novas tecnologias, citando como exemplos a mudança na dieta dos animais ou o cultivo de alimentos para o gado mais eficientes.

Outra sugestão é a criação de raças menos flatulentas – o metano produzido pelo gado todos os anos é o equivalente a 144 milhões de toneladas de petróleo, o suficiente para abastecer a África do Sul.

Leia mais

ONG ensina ONG ensina salvar animais de derrame de petróleosalvar animais de derrame de petróleo

Quinta, Set 26 2013
Escrito por  Redação
O Instituto Sea Shepherd Brasil promove neste final de semana em Pontal do Paraná um treinamento de ações para salvar animais marinhos em derramamento de petróleo.
A Sea Shepherd Conservation Society (SSCS) surgiu em 1977 nos Estados Unidos como uma dissidência mais radical do Greenpeace. Segundo o Wikipedia, a atuação dos ativistas levou-os a serem comparados a eco-terroristas.

No Brasil, o núcleo foi fundado no Rio Grande do Sul e usa também o nome em português “Guardiões do Mar”. É formado principalmente por biólogos e tem sua ação em quatro focos: fiscalização e denúncia, educação ambiental, treinamento e suporte técnico.

Leia mais

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Cadela que fazia 'maratona' para alimentar filhotes tem fila de adoção

25/09/2013
Cadela atravessava cidade com carne na boca para dar aos filhotes.
História comoveu moradores de Ariranha, no noroeste de SP.
Marcos Lavezo
Do G1 Rio Preto e Araçatuba

Menina atravessa cidade e leva carne na boca para os filhotes (Foto: Reprodução / TV Tem)

A história da cadela Menina impressionou tanto os moradores de Ariranha (SP) e da região noroeste paulista que tem até uma lista de espera para adotar a cachorrinha ou um dos cinco filhotes dela. Menina ficou conhecida após andar mais de dois quilômetros com a carne na boca para alimentar os filhotes, que ficavam escondidos em um buraco na zona rural da cidade.
Os animais estão atualmente na ONG Amar e segundo a vice-presidente Roseli Gutierrez, que está cuidando dos cachorrinhos, o caso chamou tanto atenção que a lista de espera já tem mais de 10 nomes para adotar os filhotes. “Nós encontramos sete filhotes, mas o bombeiro que ajudou no resgate já quis ficar com um e outro integrante da ONG também quis. Todos já estão adotados, mas se tiver alguma desistência ou se vimos que alguém não está no perfil para adotar, já tem gente na fila de espera”, afirma Roseli.

leia mais

Família brasileira convive com 11 tigres e uma leoa no Paraná; veja fotos

O paranaense Ary Marcos Borges da Silva é fã de tigres – tanto que cuida de doze felinos gigantes. Eles convivem com a família, interagem com o chihuahua e até nadam em sua piscina. Oito deles vivem em casa – e Borges diz que não há perigo.
Os animais convivem com crianças, cães e visitantes. Tomam mamadeira  e servem como modelos. A história de Borges com os tigres começou quando ele resgatou dois animais de um circo há oito anos. O protetor começou a criar os animais, mas a Justiça determinou no início deste ano que os tigres passassem por vasectomia.




Leia mais e veja mais fotos

Lei que permite a eutanásia de cães de rua causa polêmica na Romênia

25/09/2013
Medida foi aprovada depois que uma criança morreu após ser atacada.
População deve decidir a questão em um referendo.
Do G1, em São Paulo


Ativistas protestaram nesta quarta-feira (25) contra a medida. (Foto: Reuters/Bogdan Cristel)

Ativistas protestaram contra a eutanásia de cachorros abandonados, em frente ao tribunal constitucional de Bucareste, na Romênia, nesta quarta-feira (25). O órgão aprovou a lei que permite a matança de cachorros que não forem selecionados para adoção e continuarem abandonados nas ruas da capital.

A lei foi aprovada depois que um menino de 4 anos morreu após ser atacado por cinco cães de rua. Segundo o jornal “The Telegraph”, a população de animais abandonados nas ruas da cidade é estimada em 64 mil, e somente em 2012 foram registrados 16 mil incidentes.

Leia mais




Matança de tigres de Amur no Extremo Oriente da Rússia foi de 21 animais este ano

FATOS
Demanda por ossos, peles e órgãos dos animais motivariam o crime

25/09/2013
Vinte e um tigres de Amur, espécie ameaçada de extinção, foram mortos no Extremo Oriente da Rússia entre os meses de janeiro e setembro deste ano, segundo informou na terça-feira, 24, o Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW). Em nota publicada em seu site, a organização declarou que apesar da proibição da caça, peles e outras partes do animal são oferecidas sem problemas na internet russa e, a julgar pelo número de anúncios analisados, pelo menos 21 animais teriam sido assassinados só em 2013. Mas, acreditam os especialistas, esse número deve aumentar até o final do ano.

De acordo com a diretora regional do IFAW, Maria Vorontsova, enquanto existir demanda por ossos, peles e órgãos desses animais, os caçadores não hesitarão em enfrentar os riscos de multa e outras punições para lucrarem com o negócio. “Embora as autoridades tenham endurecido as leis contra esse tipo de atividade, casos como esses chegam à corte apenas de forma esporádica.”

O tigre de Amur, também conhecido como tigre-siberiano, é uma das muitas espécies ameaçadas presentes na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza. Pesquisas recentes indicam que a população desses animais nos territórios russos de Khabarovsk e Primórie se estabilizou nos últimos anos, sendo estimada, em aproximadamente, 450 indivíduos.

Fonte: http://www.diariodarussia.com.br/fatos/noticias/2013/09/25/matanca-de-tigres-de-amur-no-extremo-oriente-da-russia-foi-de-21-animais-este-ano/

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Prefeitura de Jardim é acusada de promover matança de cachorros de rua

24 de setembro de 2013
Campo Grande News
A prefeitura de Jardim, a 233 quilômetros de Campo Grande, é acusada de promover o sacrifício de cachorros de rua que estavam saudáveis e poderiam ser adotados. A matança foi realizada às pressas, para evitar que o procedimento fosse suspenso até que a necessidade do sacrifício fosse constatada.
Treze animais foram sacrificados na última quinta-feira (19). Conforme a Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil), a informação inicial era de que o sacrifício estava marcado para o dia 20, mas foi antecipado “como forma de camuflar a matança”.
A comissão afirma, ainda, que a Prefeitura da cidade e Vigilância Sanitária receberam um ofício do Ministério Público para suspender o procedimento, já que foi verificado que os cachorrinhos estavam em perfeitas condições para adoção.
“Não consumar o ato seria medida necessária diante do requerimento formal recebido do Ministério Público via denúncia”, comentou a vice-presidente da comissão da OAB, Rosangela Damiani. “A informação que recebemos é que não houve tempo hábil para suspensão. Eles tinham que suspender, fazer as averiguações antes de sacrificar. Houve total desrespeito e descaso cometidos pelo gestor público”, acrescenta a advogada, referindo-se ao posicionamento do prefeito Erney Barbosa (PDT), de autorizar a matança.

Nas redes sociais, moradores de Jardim tentaram intermediar adoção dos cachorros de rua antes que eles fossem sacrificados. A decisão da administração municipal foi divulgada com indignação, e imagens dos animais foram compartilhadas na esperança de que alguém se responsabilizasse pelos cachorros antes que eles fossem mortos.
“Esse é o Brad um ex cachorro de rua de Jardim que adotamos, tem leishmaniose e está em tratamento, graças a Deus conseguimos mudar seu destino, Pq a essa hora seria mais um morto pela Adm. Mun., ele é a prova viva que o cão não é o vilão, e que a doença tem tratamento, não entreguem seu animal, não é obrigado a ser levado à morte, diga não ao massacre orquestrado pelo Prefeito de Jardim- MS”, disse um dos moradores no Facebook.
A reportagem tentou entrar em contato com Erney, mas nas diversas tentativas o prefeito não atendeu o celular.

Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)

http://www.fatimanews.com.br/noticia/detalhe/prefeitura-de-jardim-e-acusada-de-promover-matanca-de-cachorros-de-rua/151524

Câmara vota projeto que proíbe animais em circo

LEONEL ROCHA
24/09/2013

Henrique Eduardo Alves (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

Está pautado para a tarde de quarta feira o projeto de lei que proíbe a utilização de qualquer animal em espetáculos de circos. Junto com ele, o presidente da Câmara,Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pautou dois outros projetos: o que obriga o controle de natalidade principalmente de cães e gatos por esterilização cirúrgica, e outro que amplia de um para quatro anos a reclusão a pena para quem praticar crueldade com animais.
http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2013/09/camara-vota-projeto-que-bproibe-animais-em-circob.html

Mulher é acusada de fazer rituais com o sacrifício de animais

24/09/13  - Polícia
Bruno Freitas
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Bauru foi até a Vila Serrão para checar uma denúncia na qual uma mulher estaria praticando rituais de sacrifício de animais, utilizando galinhas para cumprir com o propósito espiritual. O caso teria acontecido na última quinta-feira (19) e notificado à polícia nesta terça-feira (24).

Segundo vizinhos informaram ao CCZ, a acusada, que não teve a identidade e idade informadas, utilizava um espeto para fazer as galinhas sangrarem até a morte, nos fundos de sua residência. A suposta autora havia deixado a casa há alguns dias, mas o CCZ encontrou vestígio do possível ritual, como o espeto e um amontoado de penas de galinha espalhadas pelo local.

De acordo com o boletim de ocorrência (BO), um gato teria sido “esquecido” e foi resgatado pelo CCZ e encaminhado para cuidados veterinários.

No dia seguinte, segundo o BO, o CCZ teria retornado ao local e entrado em contato com o filho da acusada, por telefone, que teria se apresentado alterado devido a problemas familiares. A ocorrência foi registrada como abuso de animais.

http://www.jcnet.com.br/Policia/2013/09/mulher-e-denunciada-por-rituais-de-sacrificio.html

USP recebe seminário sobre “Biopolítica e a condição animal”

Redação em 24 de setembro de 2013 às 15:33

Núcleo DIVERSITAS reúne pesquisadores que abordarão questões como alimentação, exploração e industrialização de produtos

O filósofo Michael Foucault definiu como “Biopolítica” o sistema de coexistência entre os seres vivos e, consequentemente, as diversas formas de interação e regulamentação que condicionam o meio social. Em outras palavras, o conceito ressalta a importância dos animais – e não apenas da espécie humana – e a necessidade de adequar as estruturas políticas de modo que tais criaturas – assim como a própria natureza – não sejam prejudicadas.

Com o intuito de ampliar o debate sobre estas questões, o DIVERSITAS (Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da FFLCH – USP) realizará o VII Seminário de Ética e Direito Animal, nos dias 3 e 4 de outubro. Os interessados em comparecer ao ciclo de palestras devem se inscrever via e-mail: diversitas@usp.br.

O evento contará com a presença de pesquisadores que investigam temas relacionados à biopolítica, como exploração e uso de animais por parte da sociedade. Veja abaixo a programação:

3/10

Horário: 14hs às 18hs

De homens, direitos e animais
Pedro Paulo Pereira (UNIFESP)

Produção de frango industrial nos assentamentos rurais: o consumo sob controle das corporações em espaços locais
Henrique Duval (UNICAMP)

“Rango é rango”: a vida subtraída no dispositivo cardápio
Odilon Castro (UNIFESP)

Quando espécies se encontram: tecnobiopolítica na escrita feminista de Donna Haraway
Dolores Galindo (UFMT)

Animais e Biopoder
Nádia Farage (UNICAMP)

04/10

Horário: 14hs às 18hs

A composição de relações como invenção de modos de viver
Amauri Ferreira (Escola Nômade de Filosofia)

Animalidade, Loucura e Biopoder: Fragmentos da Experiência Trágica da Constituição Histórica do Animal enquanto Bestialidade e Sujeito/Objeto de Cuidado
Fernando Silveira (UNIFESP)

A relação animal-humano para Giorgio Agamben e o pensamento biopolítico
Jonnefer Barbosa (PUC – SP)

Reducionismo: a propaganda medicinal do leite bovino e seus malefícios para os animais e o ambiente natural
Sônia Felipe (UFSC)

Para mais informações sobre o evento, acesse a página do núcleo DIVERSITAS.

http://catracalivre.com.br/sp/universidades/gratis/usp-recebe-seminario-sobre-biopolitica-e-a-condicao-animal/

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

(vídeo) Cadela cruza cidade do interior de SP com carne na boca para dar a filhotes

23/09/2013
Animal ia até mercado ganhar carne para levar em barranco para filhotes.
Mãe protegia a ninhada, que não conseguia sair do local.
Do G1 Rio Preto e Araçatuba

Uma cadela de rua comoveu moradores da pequena cidade de Ariranha (SP), cidade com pouco mais de oito mil habitantes. Ela deu cria em um buraco e fazia uma verdadeira maratona para alimentar os filhotes, até que o segredo foi descoberto por um comerciante que a alimentava e os filhotes foram resgatados.
“Menina”, nome que o comerciante João Teodoro deu para a cachorrinha, aparecia há um mês, todos os dias, na mercearia onde ele trabalha. Em pouco tempo, ela conquistou o carinho de todos os funcionários. “Ela ficava com a gente, brincava bastante, ela se acostumou com a nossa presença porque a gente cuidava dela, é muito carinhosa”, afirma.

Leia mais e veja o vídeo

Ativismo com sabor

Há cada vez mais adeptos da alimentação vegana. Cientes da procura, mais de uma centena de restaurantes em Brasília já oferecem pratos sem ingredientes de origem animal
Notícia
Jéssica Germano - Redação
Publicação:23/09/2013

Antes, tinha a ver com saúde. Hoje, está intrinsecamente ligado a uma escolha consciente e política. Após a onda do vegetarianismo, ganha força a dieta que exclui o consumo de todos os tipos de carne, aves, peixes, laticínios, ovos e mel, e inclui atitudes que levam em consideração questões de meio ambiente, vestuário e higiene. Considerados ativistas em prol dos direitos animais – que, em tempos de alta produção e consumo, sofrem em altíssima escala –, os veganos foram ao mercado e se fizeram ouvir.

Das antigas opções básicas, restaurantes e empórios se empenharam e desenvolveram produtos nos moldes da demanda, capazes de atrair muitos fãs de churrasco. De cappuccino com leite de grãos a cupcake recheado, sem ovo, as opções são surpreendentes. Tanto em termos de criatividade quanto de sabor. E já contam com respaldo nutricional.

 Leia mais

Foto de Rihanna causa prisão de dois homens

Rihanna postou em sua página no Instagram fotos com animais selvagens ameaçados de extinção, enquanto estava de folga na Tailândia. "Olhem quem está falando sacanagem comigo!", a cantora escreveu na legenda.

Apesar de ter mais de 220.000 curtidas, a foto levou à prisão dois homens por posse ilegal de animais selvagens.

"As autoridades foram alertadas sobre a foto e prenderam dois indivíduos que usavam os animais para sair em fotos com turistas.", disse a chefe da polícia de Phucket. As autoridades confiscaram dois dos animais, inclusive o 'Loris Lento', espécie de macaco selvagem, que aparece na foto com Rihanna.

Leia mais

Gato 'pirata' de um olho só faz sucesso como 'modelo' de campanha


23/09/2013 |
Uma equipe do Multnomah County Animal Services, um abrigo para animais abandonados de Portland, cidade do estado norte-americano de Oregon, encontrou nas ruas uma caixa de papelão com três gatinhos. Mas um deles ganhou atenção especial dos voluntários.
Sir Stuffington, como foi chamado o bichinho, tinha apenas um olho, o que dificultaria sua adoção segundo a experiência dos funcionários do abrigo. Mas, para surpresa da equipe, o animal deficiente logo ganhou um novo lar.


Leia mais e veja mais fotos

Abandono de cães e gatos se torna problema de saúde pública em AL

22/09/2013
Apenas Maceió e Arapiraca possuem centro de zoonoses.
Comissão do Bem-estar Animal da OAB cobra mais investimentos.
Fabiana De Mutiis
Do G1 AL

Muitos os ignoram, outros sentem dó e existem ainda aqueles que nem os enxergam. Mas eles estão ali e por toda a parte. Na capital alagoana, cães e gatos estão no centro, na periferia, nos bairros nobres ou atrás de um ''petisco'' nas praias. E eles se encontram nessas condições porque foram abandonados e, na maioria das vezes, pelos próprios donos. Esses animais se reproduzem rápido e sem um controle populacional se tornam um problema de saúde pública.

Por trás desse olhar triste há muitas estórias de dor e até de maus tratos. (Foto: Jonathan Lins/G1)

E não é só em Maceió, no município de Marechal Deodoro, região metropolitana, também há muitos animais nas ruas. Principalmente em um dos cartões-postais mais visitados de Alagoas: a Praia do Francês.


Leia mais

Cães abandonados em casa vazia são resgatados por voluntários em Maceió

23/09/2013
Animais viviam em ambiente insalubre com muita sujeita e sem comida.
Dono dos cachorros nega que eles estavam passando fome.
Do G1 AL

Sete cachorros doentes que estavam trancados em uma casa abandonada na Avenida Íris Alagoense, no bairro do Farol, foram resgatados por integrantes do Grupo Vida Animais deMaceió (Gevan), nesta segunda-feira (23).
Animais olham assustados pela grade antes de serem resgatados.  (Foto: Jonathan Lins/G1)
Animais olham assustados pela grade antes de serem resgatados. (Foto: Jonathan Lins/G1)
Depois de uma denúncia anônima feita por moradores do bairro, Luceli Mergulhão, coordenadora do Gevan, e mais uma voluntária foram até o local. “Os animais estavam bebendo da própria urina e comendo fezes espalhadas pelo chão para poder matar a fome e a sede. Além de não se alimentarem, o local está insalubre. Nem luz do sol os animais tinham acesso”.

Leia mais

Cavalo morre por suspeita de maus-tratos em frente a parque

23/09/2013
Animal foi encontrado agonizando na tarde de domingo em Varginha.
Ele só foi retirado na manhã desta segunda-feira com retroescavaeira.
Do G1 Sul de Minas

Corpo de cavalo precisou ser retirado de retroescavadeira em Varginha (Foto: Reprodução EPTV / Carlos Cazelato)

Moradores do bairro Novo Horizonte, em Varginha (MG), chamaram a polícia neste domingo (22) depois que um cavalo foi encontrado agonizando em uma avenida do bairro. A Associação Protetora dos Animais (Apav) recebeu a denúncia por volta das 16h de domingo. Segundo a presidente da associação, o animal apresentava sinais de exaustão e já estava morreundo.

Mesmo após o chamado, na manhã desta segunda-feira (23) o corpo do cavalo ainda estava no mesmo lugar, em frente ao Parque Novo Horizonte. No final da manhã, o cavalo foi retirado do local por uma retroescavadeira.

Leia mais e veja o vídeo aqui

Projeto de Resende dá incentivos fiscais a morador que ajudar animais

Publicado em 21/09/2013

‘Nossa proposta será focada nas pessoas físicas e jurídicas que estiverem com suas obrigações em dia’

José Antônio: ‘Nossa proposta será focada nas pessoas físicas e jurídicas que estiverem com suas obrigações em dia’
Resende

Com a intenção de capacitar recursos - públicos e privados - e, ao mesmo tempo, criar medidas que garantam a proteção dos animais do município, a prefeitura de Resende, criou o Programa Municipal de Incentivo ao Bem Estar Animal. A inciativa pretende conceder às pessoas físicas e jurídicas, incentivos fiscais que serão utilizados no pagamento de tributos e dedução de impostos.

De acordo com o secretário de Governo, José Antônio de Carvalho Pinto, toda pessoa que more no município há 18 anos ou empresas que não estiverem em débito com as fazendas federal, estadual e municipal, poderão participar do projeto e assim garantir dedução nos tributos de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).

Leia mais

(vídeo) Ativistas protestam contra testes em animais em São Roque

Manifestantes dizem que Instituto usa cães em experimentos.
Tropa de Choque estava dentro do instituto para prevenir invasões.
Do G1 Sorocaba e Jundiaí


Manifestantes de uma ONG se reuniram neste domingo (22), em São Roque, para protestar contra testes realizados em cães da raça Beagle. A Polícia Militar acompanhou a manifestação.
Segundo eles, os animais são usados em experimentos de produtos farmacêuticos pelo Instituto de Pesquisa Royal. ”A maioria dos animais morre durante esses testes. Eles são expostos a experiências desumanas”, afirma Marcelo Barbosa, um dos organizadores da manifestação. Os ativistas caminharam pelo centro da cidade e seguiram, em carreata, até a sede do Instituto, na rodovia Raposo Tavares. Na rodovia, o tráfego precisou ser interrompido por alguns minutos para a passagem dos carros. No Instituto, a Tropa de Choque permaneceu dentro do prédio para prevenir invasões.


Manifestantes saíram de São Paulo para o orotesto
no domingo (Foto: Reprodução/TV Tem)
No ano passado, os ativistas se reuniram pelo mesmo motivo. Eles já protestavam contra as pesquisas em animais que, supostamente, são realizadas no Instituto. O grupo conseguiu chamar a atenção e o Ministério Público iniciou uma investigação sobre o uso de animais para testes.

Leia mais e veja o vídeo

III ECDAMA Focou a Conscientização Sobre a “Escravidão Animal”

Cidades
Evento contou com debate entre perguntas do advogado Mauro Neto junto as respostas do biólogo Luis Martini
publicado em 22/09/2013

Luís Martini, Mauro Neto e Wagner Quadros assistindo o filme “A Engrenagem”
O 3º Encontro de Conscientização Sobre Direito dos Animais e Meio Ambiente – ECDAMA, realizado ontem em Catanduva, através do Instituto BemDireito, focou a conscientização da “Escravidão Animal”.

O tema foi explorado através de argumentação do advogado Mauro Cerri Neto (presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB de Rio Claro) e Luis Martini (psicólogo, biólogo, professor universitário e vegano), ambos convidados pelo juiz titular da Vara do Trabalho, Dr. Wagner Ramos Quadros. O advogado, Cláudio Godoy, também convidado e que faria parte da programação, não pode comparecer ao evento, devido a motivos pessoais.

Leia mais

domingo, 22 de setembro de 2013

Foto de Rihanna com primata ameaçado cria polêmica na Tailândia

Uma foto da cantora pop Rihanna com um primata ameaçado de extinção na Tailândia provocou polêmica no país, com a prisão de dois jovens que teriam fornecido o animal para o instantâneo.
Rihanna, que aproveita na ilha de Phuket uma pausa em sua turnê mundial, publicou em suas contas no Instagram e no Twitter sua foto acompanhada de um lóris, um animal protegido por lei no país.
A foto, publicada na sexta-feira, foi acompanhada de uma legenda na qual ela comentava: 'Olha quem está falando sacanagens para mim!'.

Leia mais

(Uberaba) Vento deixa 250 animais da Supra desabrigados

22/09/2013

O telhado foi colocado recentemente, mas os ventos fortes deixaram os animais sem abrigo
 Sandro Neves

Um forte vento ocorrido na semana passada desabrigou 250 cães que estão refugiados na Sociedade Uberabense de Proteção Animal (Supra). Conforme a presidente da Supra, Denise Stephani Max, ela já contratou um pedreiro para realizar a reforma, mas falta verba para pagar a mão de obra do operário. “O destelhamento foi provocado por um forte vento aqui na região das Chácaras Bouganville. Os canis que foram construídos recentemente também ficaram danificados, causando um prejuízo de R$ 20.000,00”, contou.

Max enfatiza que a preocupação é reformar o mais rápido possível os canis para que os cães não fiquem expostos às intempéries. “Estamos conclamando a  população para realizar doações. Pode ser em dinheiro ou materiais de construção, o importante é reformar os canis para deixar os animais abrigados antes de iniciar o período chuvoso”, desabafou.


Leia mais

Mercado vegano conquista espaço no País

 23/09/2013

Empreendimentos surgem para suprir demanda de 8% da população que se declara vegetariana e daqueles que não usam produtos com insumo animal
Adriana Lampert

GILMAR LUÍS/JC

Oliveira criou alternativas no menu do restaurante que contemplam os 20% de clientes que não consome

Na contramão do que grande parte do mercado alimentício, de vestuário e de higiene e beleza (entre outros setores) oferece aos consumidores, cresce no Brasil e no mundo o número de pessoas que demandam produtos livres de insumos de animais. Entendida como cruel por esse grupo, a exploração da carne, da lã, do couro e do leite, entre outros produtos, está longe de ser extinta, mas há quem clame pela liberdade dos bichos a ponto de mudar radicalmente seu estilo de vida. Atentos a essa oportunidade de negócio, empreendedores de diversos setores do País estarão reunidos, de 25 a 29 de setembro, em Curitiba, para discutir o assunto, durante o IV Congresso Vegetariano Brasileiro (Vegfest). A ideia principal é incentivar a criação de novos negócios no ramo.

Na área de alimentação, há uma gama de possibilidades que nascem para atender a cerca de 8% da população no Brasil que se declara vegetariana (segundo o Ibope). O nicho tem atraído cada vez mais investidores, até porque esse volume tende a aumentar. Segundo dados da Ipsos Brasil Pesquisa de Mercado, 28% dos brasileiros desejam reduzir o consumo de carne em sua dieta. Boa parte dos vegetarianos ainda adota a filosofia vegana, que aborta o consumo de qualquer produto de origem animal na alimentação, como laticínios e ovos, por exemplo. “Esse é um mercado em ampla expansão. Hoje temos leite condensado, creme de leite, diversos tipos de enlatados, embutidos e congelados, além de queijos e tantos outros produtos sem nenhum tipo de componente de origem animal”, comenta a conselheira da Sociedade Vegetariana Brasileira, Mônica Buava. Ela observa que o mercado de produtos vegetarianos, integrais e orgânicos movimentou R$ 40 bilhões em 2011 e destaca que, na última década, os negócios com o conceito vegano cresceram muito, facilitando a vida de quem quer manter uma dieta estritamente elaborada por produtos veggies, como são chamados.

Leia mais

(Santos-SP) Grupo protesta com cruzes pretas pelas mortes de animais marinhos

21/09/2013
Ato foi realizado em Santos, no litoral de São Paulo.
Cruzes simbolizaram animais mortos por causa da poluição nos mares.
Carolina Ramires
Do G1 Santos


Grupo protestou com vendas e roupas pretas (Foto: Carolina Ramires / G1 )

As ongs que contribuem para a preservação do meio ambiente aproveitaram o 'Dia Internacional da Limpeza Costeira' para realizar um protesto público neste sábado (21), com o intuito de combater a poluição dos mares. Os manifestantes caminharam do Aquário até o Parque Roberto Mário Santini, em Santos, no litoral de São Paulo.
O organizador Wilian Rodrigues comenta o intuito da passeata e a conscientização da sociedade. “A gente decidiu fazer esse manifesto para atingir as pessoas que nos veem catando lixo na praia e não entendem bem o que estamos fazendo, para isso estamos passando esse recado e respondendo à população com faixas, camisetas e cartazes”, diz o organizador.

Leia mais

Médio Oriente: Mais um síndrome que passou de animais para humanos


O maior estudo realizado sobre o genoma do coronavírus responsável pelo Síndrome Respiratório do Médio Oriente (MERS) sugere que o vírus passou de animais para humanos mais do que uma vez e também que há transmissão entre humanos.
Mais um síndrome que passou de animais para humanos
LusaMUNDO
09:01 - 20 de Setembro de 2013 | Por Lusa
Share on printShare on emailMore Sharing Services
PUB

O estudo, hoje publicado na revista científica Lancet, analisa os genomas de vírus obtidos diretamente de 21 doentes com o síndrome em diversas regiões da Arábia Saudita, o país onde o coronavírus surgiu pela primeira vez, em junho de 2012, e o mais afetado pela doença, com 49 mortos.

Com recurso a técnicas avançadas de análise de ADN, a equipa de investigadores, liderados por Ziad Memish, do Ministério da Saúde da Arábia Saudita, Alimuddin Zumla, da University College de Londres, e Matt Cotton e Paul Kellam, do Wellcome Trust Sanger Institute, em Cambridge, conseguiu reconstruir como, quando e onde o vírus evoluiu.

Leia mais

Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB/RJ impedem escravidão de cavalos

22/09/2013

RIO DE JANEIRO [ ABN NEWS ] — Vários meses após a prefeitura ter recolhido cinco cavalos subnutridos que eram utilizados por charreteiros de Paquetá, outro animal foi vítima de maus tratos na ilha. Desta vez foi Coração, encontrado com uma grande ferida no pescoço.

O animal era de propriedade de um dos charreteiros, conhecido como Dedé, suspenso da atividade por tempo indeterminado pela administração regional de Paquetá.


Leia mais

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Câmara aprova pagamento de R$ 15 mil mensais para Supra em Uberaba

20/09/2013
Convênio foi aprovado nesta quinta-feira (18).
Além dos recursos financeiros, medida prevê disposição de mão de obra.
Do G1 Triângulo Mineiro

Supra fica responsável por tratar de até 400 animais
(Foto: Reprodução/TV Integração)

A Câmara Municipal de Uberaba aprovou nesta quinta-feira (18), um convênio com a Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais (Supra). Com a medida, a Supra receberá da Prefeitura cerca de R$ 15 mil mensais durante um ano, prazo que pode ser prorrogado. Além dos recursos financeiros, o convênio também prevê a disposição de mão de obra carcerária para a execução dos serviços.

O propósito é ter um abrigo temporário de animais, com ambulatório para castrações, vacinações e também para tratamentos de animais abandonados e construir canis, gatis, adequando a entidade conforme pede a legislação. Em contrapartida, a Supra ficará responsável, dentre outras coisas, por tratar de até 400 animais.

leia mais

Laudo diz que 12 bois encontrados mortos sofreram maus-tratos na BA

20/09/2013
Laudo diz que 12 bois encontrados mortos sofreram maus-tratos na BA
Animais foram encontrados mortos em estrada na zona rural de Barro Preto.
Laudo da ADAB aponta maus-tratos como pisoteios e asfixia.
Do G1 BA

12 animais são encontrados mortos em estrada rural de Barro Preto,; bahia (Foto: Policia Militar de Barro Preto / Divulgação)

Os onze bois e um bezerro que foram encontrados mortos no início do mês em uma estrada na zona rural de Barro Preto sofreram maus-tratos, segundo o laudo apresentado pela Agência de Defesa da Agropecuária da Bahia (Adab) nesta sexta-feira (20).
De acordo com o veterinário José Muniz, a equipe detectou que os animais teriam sido largados à beira da estrada depois de não resistirem a uma viagem. Eles apresentaram sinais de pisoteios e até mortes por asfixia. A Adab acredita que a superlotação no transporte dos animais tenha causado as mortes.
Leia mais

Tigre mata tratador à frente de visitantes

20-09-2013
Um funcionário do Jardim Zoológico de Munster, na Alemanha, esqueceu-se de trancar a jaula enquanto dava comida ao animal.

Por Cátia Carmo - Correio da Manhã

Um tigre siberiano matou o seu tratador, no Jardim Zoológico de Munster, na Alemanha, com uma dentada no pescoço.

Martin H., de 56 anos, era um profissional experiente mas, desta vez, esqueceu-se de trancar a jaula enquanto dava comida ao animal. O incidente aconteceu à frente dos visitantes do zoo."Um encontro destes com um tigre não é algo a que se possa sobreviver", disse Jörg Adler, chefe do Jardim Zoológico de Munster. A polícia ainda está a investigar as causas da morte, mas existem poucas dúvidas de que tenha sido erro humano, segundo o 'Daily Mail'.Martin H. é a segunda morte, este ano, provocada por um tigre. Sarah McClay, uma britânica de 24 anos, foi também atacada por um tigre de sumatra, em maio, numa área reservada aos funcionários do zoo e a que os animais não deveriam ter acesso.

http://www.sabado.pt/Ultima-hora/Mundo/Tigre-mata-tratador-a-frente-de-visitantes.aspx